Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
16.9 ° C
16.9 °
16.9 °
82 %
3.1kmh
40 %
Qua
18 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Aumento das tarifas dos táxis já está em vigor

      Aumento das tarifas dos táxis já está em vigor

      Entrou hoje em vigor o aumento das tarifas dos táxis. A bandeirada sobe das 19 patacas para as 21 patacas. A taxa adicional pela tomada de táxi no aeroporto ou na Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, por exemplo, passa de cinco patacas para oito.

       

      Entraram hoje, à meia-noite, em vigor os novos preços praticados pelo serviço de táxis. Em comunicado, a Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) assinalou que a decisão surge após terem sido ouvidas as solicitações do sector.

      Com esta actualização, a bandeirada dos primeiros 1.600 metros vai subir duas patacas, de 19 para 21. O preço das fracções mantém-se em duas patacas, no entanto, cada fracção em vez de ser de 240 metros passa a ser de 220 metros. Por outro lado, a espera com a viatura parada à ordem do passageiro ou por necessidades de paragem durante o percurso passa a ser de duas patacas por cada 55 segundos. Dantes, a tarifa era de duas patacas por cada minuto. A bagagem colocada no porta-bagagem, no entanto, continua com o preço de três patacas.

      A estas tarifas, junta-se também a taxa extra para a tomada de táxis na praça do Aeroporto Internacional de Macau, na praça do Terminal Marítimo de Passageiros da Taipa, na Zona do Posto Fronteiriço da Parte de Macau do Posto Fronteiriço Hengqin ou na Ilha Fronteiriça Artificial da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau. Neste caso, a taxa extra era de cinco patacas e passa agora a ser de oito.

      Mantêm-se inalteradas as taxas adicionais das viagens da Taipa até Coloane (duas patacas), de Macau até Coloane (cinco patacas), da tomada de táxi no campus da Universidade de Macau em Hengqin (cinco patacas) e da chamada de táxi especial (cinco patacas).

      “Tendo auscultado as solicitações e sugestões do sector de táxis e a sua proposta de actualização e tomado como referência o ajustamento das tarifas de táxis em 2017, a DSAT propôs uma actualização às tarifas de táxis, após a discussão com o Conselho Consultivo do Trânsito (CCT) e ter tido em conta o equilíbrio entre a capacidade de suporte da população e a pressão de exploração sobre o sector dos táxis”, lê-se no comunicado das autoridades, que sublinha que o CCT e o sector em causa “manifestaram compreensão em relação à proposta de actualização”.

      Em comunicado, a DSAT solicita aos cidadãos “que prestem atenção às tarifas actualizadas, devendo os condutores estar atentos às notificações do terminal inteligente, assim como proceder ao levantamento do tarifário fornecido pela DSAT, para a afixação em lugar visível do interior do veículo conforme as disposições legais, no sentido de garantir o normal funcionamento do serviço”.

      Nas negociações com as autoridades, os taxistas tinham pedido um aumento mais significativo das tarifas, acabando depois por concordar com este aumento de cerca de 10% face ao que era praticado.