Edição do dia

Domingo, 3 de Março, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
17.9 °
15.9 °
88 %
3.6kmh
40 %
Dom
20 °
Seg
22 °
Ter
24 °
Qua
24 °
Qui
19 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Economia Número de transacções por aparelhos móveis disparou 1.723% nos últimos quatro anos

      Número de transacções por aparelhos móveis disparou 1.723% nos últimos quatro anos

      Em 2019, o número de transacções através de aparelhos móveis foi de 16,5 milhões. No ano passado, o número de pagamentos móveis subiu para os 300,9 milhões. Só no último trimestre de 2023 realizaram-se mais de 80 milhões de transacções deste género, envolvendo 7,1 mil milhões de patacas.

       

      Ao longo dos últimos quatro anos, o número de transacções de pagamento móvel disparou. Em 2019, o número de transacções por aparelhos móveis foi de 16,5 milhões; no ano passado o número subiu 1.723% para os 300,9 milhões.

      De acordo com os dados divulgados anteriormente pela Autoridade Monetária de Macau (AMCM) analisados pelo PONTO FINAL, em comparação com 2022 – quando se registaram 260 milhões de transacções por aparelhos móveis – houve uma subida de 15,7% no ano passado. Em 2021, o número de pagamentos móveis foi de 193,5 milhões e em 2020 foi de 65,5 milhões.

      Os dados do último trimestre do ano passado foram revelados ontem pela AMCM. Nos últimos três meses de 2023, realizaram-se 80,5 milhões de transacções do género, envolvendo um total de 7,1 mil milhões de patacas. No último trimestre de 2022, o número de transacções de pagamentos móveis tinha sido de 72,7 milhões, sendo que, contudo, o montante envolvido tinha sido maior na altura: 7,3 mil milhões de patacas. No último trimestre de 2021 tinham-se registado 56,9 milhões de transacções envolvendo 5,7 mil milhões de patacas. Um ano antes, a AMCM contabilizou 24,6 milhões de pagamentos móveis de 2,3 mil milhões de patacas.

      Na nota de imprensa de ontem, a AMCM adiantou ainda que, no último trimestre de 2023, o valor médio por transacção foi de 88,6 patacas. Até finais de 2023, o número de aparelhos que aceitam o pagamento móvel e os suportes de “QR Code” em Macau atingiu 102.178 unidades, tendo traduzido a um aumento de 2% relativamente ao final de Setembro de 2023.

      A AMCM também fez as contas ao limite de crédito concedido pelos cartões de crédito e respectivo débito não pago. Assim, até ao final de 2023, o limite de crédito relativo aos cartões de créditos emitidos pelos bancos em Macau atingiu 49,4 mil milhões de patacas, tendo registado um acréscimo de 0,5% relativamente ao trimestre anterior, com saldo das dívidas que se cifrou em 2,9 mil milhões de patacas, sendo que o saldo de “rollover” atingiu 772,2 milhões, correspondendo a cerca de 26,8% do saldo das dívidas a receber no final desse período.

      O organismo diz também que, por enquanto, o rácio de débito não pago, medido com base no rácio de valores em mora por mais de três meses contra o saldo das dívidas, cifrou-se em 2,8%, ou seja, correspondendo a um aumento de 0,1 ponto percentual em relação ao final de Setembro de 2023.

      Por outro lado, a AMCM diz também que, no quarto trimestre de 2023, o crédito utilizado no período atingiu 6,2 mil milhões de patacas, o que representou um acréscimo de 1,5% em comparação com o trimestre anterior.

      O adiantamento de numerário atingiu 172,6 milhões de patacas, correspondendo a 2,8% do total do crédito utilizado no período. O número de transacções realizadas com cartões de crédito totalizou 11,1 milhões, o que representou um acréscimo de 8,5% face ao trimestre anterior. O montante do reembolso, incluindo os juros e despesas, foi de 6,4 mil milhões de patacas, o que representou uma queda de 1,6% relativamente ao trimestre anterior. Além disso, o número de transacções realizadas com cartões de débito (não incluindo o levantamento de numerário) totalizou 745,3 mil e o valor total de transacções efectuadas com cartões de débito foi de 567 milhões de patacas.