Edição do dia

Segunda-feira, 26 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
13.9 ° C
15.9 °
13.9 °
77 %
6.2kmh
40 %
Dom
15 °
Seg
19 °
Ter
19 °
Qua
20 °
Qui
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Cerimónia de lançamento das celebrações nacionais do Ano Novo Chinês teve lugar...

      Cerimónia de lançamento das celebrações nacionais do Ano Novo Chinês teve lugar em Macau

      As Ruínas de São Paulo foram o cenário da cerimónia de lançamento da série de actividades “Feliz Ano Novo Chinês”. Foi a primeira vez que Macau recebeu a cerimónia de lançamento desta actividade que se realiza a nível nacional e internacional. No âmbito destas actividades, realizou-se um concerto nas Ruínas de São Paulo com o maestro Pang Ka Pang e o pianista Lang Lang.

       

      Realizou-se, pela primeira vez em Macau, a cerimónia de lançamento do programa de actividades nacional intitulado “Feliz Ano Novo Chinês”. A acompanhar a cerimónia, no sábado houve ainda o concerto “Feliz Ano Novo Chinês, Primavera de Macau”, vedado ao público, mas que foi gravado e será transmitido depois através da plataforma oficial do Ministério da Cultura e Turismo e de vários canais de parceiros durante o Festival da Primavera.

      Este “Feliz Ano Novo Chinês” é um evento cultural organizado anualmente pelo Ministério da Cultura e Turismo e cujo programa inclui actividades promocionais realizadas em todo o mundo na época do Festival da Primavera, “para que esta tradição partilhada entre chineses em todo o mundo possa ser também partilhada com o mundo inteiro e para apresentar uma festa cultural de Ano Novo Lunar a nível mundial”, lê-se num comunicado do Instituto Cultural (IC).

      Dado que o Ano do Dragão coincide com o ano em que se assinala o 25.º aniversário da RAEM, a cerimónia de lançamento desta série de actividades teve lugar, pela primeira vez, em Macau, junto às Ruínas de São Paulo. A cerimónia teve início às 19h30 de sábado com um “deslumbrante espectáculo de luzes”. Os astronautas chineses na estação espacial Tiangong enviaram bênçãos através de uma videochamada, segurando nas mãos um Dragão. O Chefe do Executivo da RAEM, Ho Iat Seng, e o Ministro da Cultura e Turismo, Sun Yeli, acenderam a lanterna colorida “Jixiang Long” juntamente com o director do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEM, Zheng Xincong, e o Comissário do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China na RAEM, Liu Xianfa, representando o início oficial do Programa de Actividades “Feliz Ano Novo Chinês” 2024.

      Depois realizou-se ainda o Concerto “Feliz Ano Novo Chinês, Primavera de Macau”, no âmbito do qual músicos chineses de topo, incluindo o compositor e maestro de renome mundial Tan Dun, o maestro nacional de primeira classe Pang Ka Pang e o conceituado pianista Lang Lang, apresentaram peças musicais festivas, em colaboração com o concertino da Orquestra de Macau, Hou Zezhou; a Orquestra Chinesa de Macau e a sua Chefe de Naipe de Pipa, Deng Le, e o seu Chefe do Naipe de Percussão, Li Chang; o Coro Juvenil de Macau; e a Associação Geral Desportiva de Macau Lo Leong; entre outras organizações artísticas e culturais locais.

       

      Lançamento das celebrações em Macau “evidencia a importância dada pelo Governo Central”

       

      Na ocasião, o Chefe do Executivo discursou, afirmando que o facto de Macau receber a cerimónia de lançamento da série “Feliz Ano Novo Chinês” “evidencia a importância dada pelo Governo Central ao estatuto cultural especial de Macau e o papel relevante de Macau na difusão e intercâmbio cultural do país com o exterior”. Ho Iat Seng assinalou que “o intercâmbio entre as culturas chinesa e ocidental caracteriza e dá renome à história e cultura da cidade de Macau”. “A preciosa memória cultural dos residentes de Macau manifesta-se nas diversificadas formas com que é celebrada a Festa da Primavera que apresenta características próprias de Macau enquanto importante festividade tradicional”, afirmou o Chefe do Executivo, acrescentando que, nesta quadra festiva, “a Terra de Lótus está envolta numa aura de alegria e felicidade acrescidas”. No discurso, Ho aproveitou para lembrar que “Macau está actualmente a potenciar de forma plena as suas próprias vantagens, a assegurar de forma proactiva a construção de ‘uma base de intercâmbio e cooperação caracterizada pela predominância da cultura chinesa e pela coexistência de culturas’, a promover com empenho a construção da ‘cidade do espectáculo’ e da ‘cidade desportiva’ e a aproveitar ao máximo o cartão de visita de Macau enquanto cidade de renome histórico e cultural, para que os amigos de todo o mundo usufruam de grandes eventos culturais e desfrutem de uma estadia feliz nesta terra maravilhosa”. Por outro lado, fez questão de reiterar que, desde o estabelecimento da RAEM, “a economia de Macau tem apresentado um desenvolvimento próspero, a sociedade mantém-se harmoniosa e estável, a cultura chinesa continua a desenvolver-se, a multiculturalidade de Macau é cada vez mais rica”. “Iremos continuar a maximizar o papel de Macau enquanto ‘uma base’, a promover a difusão da cultura tradicional chinesa de excelência e o intercâmbio entre as diversas culturas, a divulgar bem a história de Macau na implementação bem-sucedida de ‘um país, dois sistemas’, a potenciar as vantagens próprias de Macau e a servir as necessidades do país, dando novos contributos para a construção do País como potência cultural”, frisou o governante, desejando votos de saúde e felicidades nesta quadra.