Edição do dia

Domingo, 3 de Março, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
14.9 ° C
18.9 °
14.9 °
88 %
1.5kmh
40 %
Dom
20 °
Seg
22 °
Ter
23 °
Qua
24 °
Qui
19 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Gabinete de Ligação apela à melhoria de governança, diversificação económica e patriotismo

      Gabinete de Ligação apela à melhoria de governança, diversificação económica e patriotismo

      O Gabinete de Ligação do Governo Central na RAEM fez um balanço positivo de Macau no ano passado, destacando que o bem-estar da população tem vindo a ser melhorado com a recuperação económica, e que a lei de segurança nacional recebeu uma revisão “de alta qualidade”. Na Recepção da Primavera realizada ontem, Zheng Xincong, director do Gabinete de Ligação, mostrou a expectativa de Macau avançar com uma boa governação, reforçar a promoção da educação patriótica e “aproveitar as novas oportunidades” do desenvolvimento.

       

      Defesa à segurança nacional, diversificação económica, aumento da capacidade governativa e patriotismo, são as quatro sugestões do Gabinete de Ligação do Governo Central na RAEM ao Executivo para o trabalho deste ano. O director do Gabinete de Ligação, Zheng Xincong, assinalou a necessidade de aumentar o nível de governança para um desenvolvimento novo e melhor de Macau.

      “É preciso consolidar a consciência de colocar o povo em primeiro lugar, conhecer com precisão as situações reais e as opiniões públicas, e melhorar constantemente o bem-estar da população, para que todos os residentes de Macau possam partilhar melhor o fruto do desenvolvimento e tenham mais sensação de satisfação, felicidade e segurança”, afirmou.

      No seu discurso proferido durante a Recepção da Festa da Primavera realizada pelo Gabinete de Ligação, onde falou sobre as perspectiva de trabalho para este ano, Zheng Xincong disse ainda esperar que “todos apoiem firmemente o Chefe do Executivo e o Governo da RAEM a desempenharem o papel na chefia da RAEM e assumirem as suas responsabilidades primordiais”, na melhoria do sistema de governança e no aumento da eficácia governativa, bem como na promoção para tornar a tomada de decisão governativa mais acertada.

      O responsável apontou ainda a importância de “consolidar continuamente a base socio-política nos valores do amor à Pátria e a Macau”. Sugerindo mais cooperação entre o Governo e as associações patrióticas, o director instou à “aplicação firme” do princípio de “Macau governada por patriotas” e à “prática dos valores essenciais do amor à Pátria e a Macau”.

      Desse modo, Zheng Xincong disse ser preciso promover de forma contínua a educação patriótica, tanto como prestar mais atenção ao estudo, ao emprego e ao empreendedorismo dos jovens, criando assim mais oportunidades para ajudar a nova geração no seu crescimento e na melhor integração no desenvolvimento nacional.

      Com a expectativa de que todos em Macau reforcem a consciência da segurança do Estado, o representante pretende mais medidas da sua defesa e melhoria do sistema jurídico, e que todos “lutem decisivamente contra todos os actos prejudiciais à soberania, à segurança e aos interesses de desenvolvimento de Estado” para manter a prosperidade e estabilidade conquistada de Macau.

      Macau deve, além disso, acelerar a diversificação económica, o que é o único caminho para resolver as contradições e os problemas profundos, segundo considerou o também subdirector do Gabinete para Assuntos de Hong Kong e Macau junto do Conselho de Estado.

      Zheng Xincong lembrou que a China também avançou “com passos sólidos e robustos” e obteve “grandes realizações”, e a sociedade de Macau conseguiu “os resultados satisfatórios”. “A revisão de alta qualidade da Lei relativa à defesa da segurança do Estado e a sua entrada em vigor, mostra o consenso cada vez mais consolidado de que só quando o país for seguro, a felicidade familiar é garantida”, realçou o responsável, ao referir simultaneamente a revisão recente das leis eleitorais, que deu reconhecimento ao princípio de “Macau governada por patriotas”.

      A recepção de ontem juntou cerca de 1.200 convidados, contando ainda com a presença do Chefe do Executivo da RAEM, Ho Iat Seng, do vice-presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês (CCPPC), Edmund Ho, do comissário do Ministério dos Negócios Estrangeiros na RAEM, Liu Xianfa, e mais representantes do Governo Central e dos titulares dos principais cargos do Governo da RAEM.