Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
14.9 ° C
14.9 °
14.9 °
77 %
8.8kmh
40 %
Qui
15 °
Sex
16 °
Sáb
14 °
Dom
20 °
Seg
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Ho Iat Seng diz que Governo garante liberdade de imprensa, mas pede...

      Ho Iat Seng diz que Governo garante liberdade de imprensa, mas pede patriotismo

      “O Governo da RAEM irá, em cumprimento da Constituição e da Lei Básica de Macau, tal como sempre, garantir a liberdade de imprensa”, afirmou o Chefe do Executivo no habitual almoço do Ano Novo Lunar oferecido aos órgãos de comunicação social de língua chinesa. Ho acrescentou que espera que “todos os profissionais da comunicação social de língua chinesa herdem a tradição do amor pela pátria e por Macau”.

       

      Realizou-se ontem o habitual almoço de Ano Novo Lunar oferecido pelo Governo aos órgãos de comunicação social de língua chinesa. Na ocasião, o Chefe do Executivo afirmou que o Governo vai, “tal como sempre, garantir a liberdade de imprensa”. Ao mesmo tempo, pediu patriotismo aos órgãos de comunicação social.

      “O Governo da RAEM irá, em cumprimento da Constituição e da Lei Básica de Macau, tal como sempre, garantir a liberdade de imprensa, apoiar activamente o trabalho de cobertura noticiosa dos órgãos de comunicação social, formação profissional e aprendizagem e intercâmbio, e envidar todos os esforços para ajudar o sector da comunicação social a cumprir as suas funções profissionais”, afirmou Ho Iat Seng no seu discurso, acrescentando: “Espero que todos os profissionais da comunicação social de língua chinesa herdem a tradição do amor pela pátria e por Macau, e atraiam mais leitores através de reportagens de excelência, bem como exerçam maior poder de influência, sirvam a RAEM, integrem-se no país e virados para o mundo”.

      No discurso, o Chefe lembrou ainda que no ano passado Macau “saiu da ‘névoa’ da epidemia, e entrou numa nova fase de recuperação e desenvolvimento”. “Com os esforços de toda a população de Macau, a conjuntura social de Macau está estável e harmoniosa, e com um desenvolvimento equilibrado e saudável em todas as vertentes”, salientou.

      Ho defendeu que, durante este período, os profissionais da comunicação social locais “têm cumprido as suas funções com diligência e continuam a desempenhar com credibilidade o poder de difusão do sector da comunicação social, para que a população conheça melhor os resultados alcançados com a série de medidas, lançadas pelo Governo, para a revitalização da economia e a expansão de fonte de visitantes”.

      O Chefe do Executivo considerou que os profissionais da comunicação social “têm cumprido as suas funções com diligência e continuam a desempenhar com credibilidade o poder de difusão do sector da comunicação social, para que a população conheça melhor os resultados alcançados com a série de medidas, lançadas pelo governo, para a revitalização da economia e a expansão de fonte de visitantes”. Por outro lado, permitem que os leitores chineses locais, do país e do exterior “conheçam os novos êxitos e progressos de Macau nas várias vertentes, nomeadamente, a defesa da segurança nacional, o impulsionamento da recuperação económica, a promoção do desenvolvimento das indústrias diversificadas ‘1+4’, o impulso determinado para a construção da Zona de Cooperação Aprofundada, o empenho na melhoria do bem-estar da população e a promoção de construção de infra-estruturas de transporte”.

      “Ao longo do último ano, através da partilha de testemunhos de grandes momentos, de reportagens objectivas em diversos formatos, de recolha e reflexão contínua de opinião pública, o sector da comunicação social de Macau tem desempenhado sempre um papel indispensável e importante para aumentar a confiança da população na recuperação da sociedade, atrair maior atenção do público para o desenvolvimento da RAEM, apresentar opiniões e sugestões e articular com acção governativa do Governo”, afirmou também o Chefe, aproveitando para agradecer ao sector.

      Reiterando o foco do Governo na defesa da segurança nacional, na concretização da estratégia de diversificação da economia “1+4” e na construção da Zona de Cooperação Aprofundada de Hengqin, o Chefe do Executivo acrescentou também que o Governo irá “continuar a melhorar o bem-estar da população, a promover a harmonia social, a elevar constantemente o nível e a capacidade da governação, a resolver empenhadamente os conflitos e problemas profundamente arreigados no desenvolvimento socio-económico, a potenciar plenamente as vantagens únicas de Macau, a aprofundar a integração de Macau na conjuntura do desenvolvimento nacional e a impulsionar um novo desenvolvimento da RAEM em todas as vertentes”.

      Por fim, Ho disse ainda esperar que os órgãos de comunicação social façam a cobertura das actividades do 25.º aniversário do estabelecimento da RAEM e dêem a conhecer os “desenvolvimentos e êxitos” da região e de Hengqin. “E assim, com a visão de quem trabalhar na linha da frente, juntamente com o Governo da RAEM e toda a população de Macau, mostrar ao mundo a vitalidade infinita e a perspectiva brilhante da implementação bem-sucedida do princípio de ‘um país, dois sistemas’ em Macau”, afirmou.

      O almoço de Ano Novo Lunar oferecido pelo Governo aos órgãos de comunicação social de língua portuguesa e inglesa realiza-se hoje.