Edição do dia

Quarta-feira, 28 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
18.9 °
15.9 °
77 %
2.1kmh
40 %
Qua
20 °
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
15 °
Dom
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Desporto CAN2023: Peseiro e Vitória desiludem, Cabo Verde vence Gana

      CAN2023: Peseiro e Vitória desiludem, Cabo Verde vence Gana

      A Taça das Nações Africanas (CAN2023) de futebol, a decorrer na Costa do Marfim, ficou marcada por um arranque de campanha decepcionante de José Peseiro (Nigéria) e Rui Vitória (Egipto), mas com Cabo Verde e Moçambique a surpreenderem.

       

      A selecção cabo-verdiana venceu o Gana (2–1), antigo campeão e sempre candidato ao título, com um golo nos últimos segundos, enquanto Moçambique esteve perto da primeira vitória de sempre na prova, frente ao Egipto (2-2), de Rui Vitória.

      Já a Nigéria, com José Peseiro no comando, não foi além de uma igualdade com a Guiné-Equatorial (1-1), num resultado que promete dificultar ainda mais a tarefa do técnico português nas ‘super-águias’.

      No Estádio Félix Houphouët-Boigny, em Abidjan, Cabo Verde entrou a dominar completamente o Gana e chegou ao golo, aos 17 minutos, por intermédio de Jamiro Monteiro.

      O Gana, selecção com quatro vitórias nesta competição e uma das favoritas a voltar a levantar o troféu, reagiu ainda na primeira parte, criando algumas oportunidades de golo, tendo mesmo introduzido a bola na baliza cabo-verdiana, num lance invalidado por fora de jogo.

      Na segunda parte, os ganeses entraram mais fortes e chegaram ao empate aos 56 minutos, por Djiku, de cabeça, respondendo da melhor forma na marcação de um pontapé de canto.

      Nos minutos finais a partida, aos ‘tubarões azuis’, nome pelo que é conhecida a seleção cabo-verdiana, pressionaram mais, criando boas oportunidades, mas só conseguiram o golo da vitória aos 90+1, por intermédio de Garry Rodrigues, que entrara na segunda parte.

      Igualmente no Grupo B, Moçambique, no regresso após mais de uma década de ausência, empatou com o Egito, favorito ao título, no seu primeiro jogo na Taça das Nações Africanas de futebol (CAN2023), após 13 anos fora da competição.

      Treinado por Rui Vitória, o Egipto começou a partida em vantagem, com um golo madrugador de Mohamed, aos dois minutos, mas, na segunda parte, Witti, jogador do Nacional da Madeira, refez a igualdade, aos 55.

      Três minutos depois, Clésio Bauque marcou o segundo golo num contra-ataque rápido para Moçambique, mas, na compensação, o defesa Macandza foi ‘apanhado’ pelo VAR num lance de grande penalidade, num lance convertido pela grande estrela dos ‘faraós’ Salah.

      A selecção da Nigéria, treinada pelo português José Peseiro, estreou-se com um empate 1-1 com a Guiné Equatorial no Grupo A, depois de ter estado a perder. No Estádio Alassane Outtara, em Abidjan, o avançado Iban Salvador colocou a Guiné Equatorial em vantagem, com um golo aos 36 minutos, mas, apenas dois minutos depois, Victor Osimhen, designado como melhor futebolista africano de 2023, repôs a igualdade para a Nigéria, selecção na qual o defesa portista Zaidu foi titular, e Bruno Onyemaechi e Chidozie Awaziem, ambos do Boavista, ficaram no banco. Lusa

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau