Edição do dia

Quinta-feira, 22 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nevoeiro
22.4 ° C
24.3 °
21.9 °
94 %
1kmh
40 %
Qua
22 °
Qui
23 °
Sex
21 °
Sáb
20 °
Dom
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Grande China Acções da Baidu caem para mínimos de 2022 devido a alegada ligação...

      Acções da Baidu caem para mínimos de 2022 devido a alegada ligação da IA ao Exército

      As acções da tecnológica chinesa Baidu caíram ontem mais de 11%, para o valor mais baixo desde finais de 2022, face à alegada ligação entre o seu sistema de inteligência artificial (IA), Ernie, e o Exército chinês. As acções caíram 11,18%, para cerca de 100,9 dólares de Hong Kong, a meio da sessão de ontem na Bolsa de Valores de Hong Kong.

      Um artigo publicado na sexta-feira pelo jornal de Hong Kong South China Morning Post afirma que um centro de investigação da divisão de guerra cibernética do Exército de Libertação Popular (PLA) tinha efectuado testes do seu sistema de IA no Ernie e no Spark, desenvolvido pela iFlyTek. O relatório indica que os investigadores estavam a utilizar sistemas comerciais semelhantes ao ChatGPT para treinar programas militares, visando lidar com “inimigos humanos imprevisíveis”, citando um estudo publicado em Dezembro numa revista académica chinesa. A empresa de tecnologia rejeitou a informação e afirmou não ter “qualquer afiliação ou associação” com o centro de investigação: “Não temos conhecimento desse projeto de investigação e, se o nosso modelo de linguagem de grande dimensão (LLM) foi utilizado, teve de ser a versão disponível publicamente ‘online’”.

      De acordo com a Bloomberg, a reacção dos investidores deve-se ao receio de que Washington imponha novas sanções às empresas chinesas para tentar impedir este tipo de colaborações, no meio das tensões geopolíticas entre as duas grandes potências mundiais. A Baidu lançou o seu Ernie Bot – o primeiro dos grandes chatbots de IA a surgir na China em resposta ao ChatGPT – em março do ano passado, e abriu-o ao público em Agosto, acumulando mais de 100 milhões de utilizadores desde então.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau