Edição do dia

Quinta-feira, 22 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
neblina
21.9 ° C
25.4 °
20.9 °
100 %
3.1kmh
75 %
Qui
23 °
Sex
21 °
Sáb
20 °
Dom
21 °
Seg
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Wong Kit Cheng espera que concurso melhore os serviços de táxi

      Wong Kit Cheng espera que concurso melhore os serviços de táxi

      Voltando a alertar para a dificuldade dos residentes em apanhar táxi, a deputada Wong Kit Cheng entregou uma interpelação escrita ao Governo sobre este tema, pedindo que o concurso público lançado recentemente pelo Governo possa melhorar os serviços.

      Recorde-se que foi lançado no dia 24 de Novembro o acto público de abertura das propostas do concurso público para atribuição de 10 licenças de táxi – para um total de 500 táxis. Das 40 propostas entregues, 21 foram admitidas e 19 não admitidas, sendo que os valores propostos pelas sociedades concorrentes variam entre 2,5 milhões e 3,8 milhões de patacas.

      Assim, a deputada pergunta se ficará plasmado nos contratos que as empresas de táxi serão fiscalizadas. “Quais são os termos e as condições de controlo da gestão e dos serviços prestados pelos beneficiários e pelos taxistas?”, perguntou.

      Por outro lado, a deputada lembrou que o Governo disse anteriormente que as novas licenças de táxi vão permitir que os titulares combinem o serviço com clientes através de aplicações móveis, sendo que os taxistas não poderão aumentar as tarifas nesses casos. Assim, Wong Kit Cheng perguntou se haverá medidas para incentivar os taxistas a utilizarem estas aplicações.

      Na interpelação, Wong Kit Cheng afirmou que actualmente “não existe um mecanismo eficaz de avaliação do serviço de táxi, é difícil incitar os motoristas a tomarem a iniciativa de se deslocarem aos bairros antigos para recolher passageiros e a concentrarem-se na melhoria da qualidade do serviço”.

      Por fim, a deputada assinalou que o Governo tinha referido que, devido à pandemia, foi suspensa a realização de um inquérito sobre o nível dos serviços de táxi encomendado a uma instituição académica, ao passo que o sistema de avaliação do serviço de táxi mencionado no Plano Director dos Transportes Terrestres de Macau (2021-2030), está agora a ser objeto de trabalhos preparatórios preliminares. “Quais são os progressos registados até ao momento? É possível fornecer as informações necessárias antes da entrada em serviço do novo lote de táxis comuns e especiais?”, interrogou a deputada.

       

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau