Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
15.9 ° C
17.9 °
15.9 °
88 %
3.1kmh
40 %
Qui
21 °
Sex
17 °
Sáb
16 °
Dom
20 °
Seg
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Cultura Festival das luzes “Iluminar Macau” estende-se por três meses e em sete...

      Festival das luzes “Iluminar Macau” estende-se por três meses e em sete zonas da cidade  

      Instalações decorativas e interactivas, projecções ‘videomapping’ no Museu de Ciência, no Restaurante Cozinha Pinocchio na Taipa, e na “Igrejinha” em Coloane vão tornar a cidade num “parque de diversões nocturno único” durante os próximos três meses. Helena de Senna Fernandes, directora dos Serviços de Turismo, mostrou-se confiante de que a iniciativa co-organizada com as seis concessionárias irá promover o turismo e estimular a economia em diferentes bairros do território.

       

       

      “Passeio Deslumbrante” é o tema escolhido para o “Iluminar Macau 2023”, certame que a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) organiza todos os anos em Dezembro. Numa iniciativa que foi prolongada e que vai decorrer durante três meses, entre 2 de Dezembro e 25 de Fevereiro de 2024, este festival de animação de luzes vai espalhar-se por sete zonas com 34 locais a serem animados com uma série de instalações luminosas, instalações interactivas e espectáculos de ‘videomapping’ “românticos e coloridos”, divulgou a entidade organizadora. Colaborando com as seis concessionárias, a iniciativa vai da península de Macau até às ilhas, com programas que irão sendo lançados de forma faseada na zona central, Praia do Manduco, Praia Grande, NAPE, zona Norte, Taipa e Coloane.

      No lançamento oficial do programa, a directora dos Serviços de Turismo recordou os vários feriados que vão marcar o calendário dos próximos meses, para além do Natal, em que se incluem o dia comemorativo do estabelecimento da RAEM, o Solstício de Inverno, a Véspera de Ano Novo, o Ano Novo Lunar, o dia dos Namorados, o dia de “Todos os Aniversários” e ainda o Festival das Lanternas. Todas estas ocasiões serão uma boa oportunidade para promover o “desenvolvimento do turismo comunitário e da economia nocturna”, defendeu a responsável.

      Abertas todos os dias entre as 19h e 22h, as instalações luminosas este ano adoptaram diferentes temáticas: “Blooming Splendor” na zona central, “Light Up! Porto-A-Ma” na Barra, “Dancing Butterflies and Blooming Wonders” na zona da Praia Grande, “Travel Around the Universe” na zona de aterros do Porto Exterior, “Joyful Journey” na zona Norte, “Fantasy Fairyland” na Taipa e “Coloane Ambassadors” em Coloane. Concebidas por equipas criativas do interior da China, Hong Kong, Macau, Reino Unido e Japão, estas animações foram organizadas pelas empresas de turismo e lazer integrado: a zona central ficou a cargo da SJM Resorts, a Praia do Manduco com a MGM, a Praia Grande com a Wynn Resorts, o ZAPE com o Galaxy Entertainment Group, a Taipa com a Melco Crown Entertainment, e Coloane com a Sands China. A zona Norte ficou sob responsabilidade da DST.

      Quanto aos sempre concorridos espectáculos de ‘videomapping’, este ano centram-se em três lugares: na Praça do Centro de Ciência de Macau, na fachada do restaurante Cozinha Pinocchio no Largo dos Bombeiros na Taipa, e na fachada da Igreja de S. Francisco Xavier, no largo onde se situa o Café Nga Tim em Coloane. Os espectáculos decorrem todos os dias entre as 19h e as 21h30, com projecções a cada 30 minutos, sendo que cada exibição dura cerca de oito minutos. As projecções serão apresentadas por equipas de Seul, Wuhan, e de Macau. A organização indicou que, no caso do espectáculo de ‘videomapping’ na Igreja de São Francisco Xavier, em Coloane, este irá decorrer entre as 20h30 e as 21h30 de 2 a 30 de Dezembro, suspendendo-se os espectáculos nos dias 24 e 31 de Dezembro devido a actividades na igreja. Depois, entre 1 de Janeiro e 25 de Fevereiro de 2024, as sessões no largo da “Igrejinha” vão prosseguir todos os dias das 21h às 21h30, com sessões de 15 em 15 minutos.

      Aproveitando a realização do evento central, a DST apostou em três actividades de extensão do programa, que foram organizadas por associações colaboradoras: os espectáculos ‘’por encomenda” “LightUp! F’Art for U”, “Iluminar o Paraíso de Gelo e Neve” no antigo Canídromo, e “Luminescent Night at Travessa do Armazém Velho 2023”. Paralelamente, durante o mesmo período a cidade também vai acolher um “Creative Camp Marketplace” na Praça da Amizade em frente à EPM, e “Colourful Christmas Carnival Coloane Winter Craftsman Market” no Tap Seac. A conjugação destas iniciativas vai permitir que quer residentes quer visitantes explorem zonas diferentes da cidade, estimulando o consumo nos bairros comunitários, defenderam as autoridades.

      À semelhança das edições anteriores, a DST está a oferecer presentes a quem partilhar as suas fotografias nas redes sociais, e usar os hashtags “#lightupmacao2023” ou “#ilumninarmacau2023”. Quem obtiver mais de 20 “likes” pode obter o dito presente nos postos de informações do evento. Os interessados também podem levantar bilhetes postais nos mesmos locais para carimbar junto das instalações espalhadas pela cidade: quem conseguir recolher carimbos das sete zonas de recolha recebe um suporte de telemóvel, e pode também participar num grande sorteio. Devido ao número limitado de ofertas, as mesmas serão distribuídas até esgotarem, acrescentou ainda a organização. Na página oficial do evento – https://lum.macaotourism.gov.mo – é ainda possível participar num jogo online que também dá acesso a um grande sorteio, e também irá haver um “mini programa” paralelo na conta Wechat da DST, com vários jogos interactivos como “Minha Memória Colorida”, “Brilho com Macau” ou “Porta Arbitrária Sinfónica”. As autoridades acreditam que esta “forma interactiva e interessante” vai incentivar uma maior participação online e presencial no evento, e melhor divulgação do conteúdo das actividades do “Iluminar Macau 2023”.