Edição do dia

Segunda-feira, 26 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
13.9 ° C
15.9 °
13.9 °
77 %
6.2kmh
40 %
Dom
15 °
Seg
19 °
Ter
19 °
Qua
20 °
Qui
22 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade António Monteiro, Pereira Coutinho e Isabela Pedruco no IFT para falar sobre...

      António Monteiro, Pereira Coutinho e Isabela Pedruco no IFT para falar sobre identidade macaense  

       

      Foi a convite dos alunos do 3.º ano da Licenciatura em Gestão Cultural e do Património do Instituto de Formação Turística de Macau (IFTM) que três representantes da comunidade macaense participaram no evento de promoção do património de Macau que decorreu no dia 17 de Novembro no campus de Mong Ha. “Explorando o percurso cultural da comunidade macaense” incluiu para além da sessão de conversa com os três convidados, diversas actividades, desde workshops e exposições a demonstrações de culinária.

      A iniciativa, que pretendia dar aos presentes uma “compreensão mais profunda do valor histórico e social da cultura macaense”, começou com uma sessão de partilha com José Pereira Coutinho, membro da Assembleia Legislativa, António Monteiro, presidente da Associação dos Jovens Macaenses e Isabela da Silva Pedruco, vencedora do concurso Miss Macau 1993. Segundo nota enviada pelo IFT, “estas perspectivas proporcionaram à audiência uma melhor compreensão das tradições e da singularidade cultural da comunidade macaense”.

      De seguida, decorreram os referidos workshops em que os participantes puderam provar “as deliciosas sobremesas macaenses”, referiu o comunicado. O evento contou ainda com o apoio de diversas marcas e associações locais, como a Coca Cola, o Instituto Internacional de Macau, a Associação dos Jovens Macaenses, a Associação de Estudos para a Reinvenção do Património Cultural de Macau, o Sports Monkey e o Night Café. O IFT, nomeado como unidade de proteção do Património Cultural Imaterial Nacional ligado à gastronomia macaense, está continuamente empenhado na promoção e transmissão da cultura macaense, referiu, vincando que a iniciativa “mostrou a diversidade e a singularidade da cultura macaense, dando uma nova vitalidade nos esforços de promoção da diversidade cultural em Macau”.

       

       

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau