Edição do dia

Quinta-feira, 29 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
14.9 ° C
14.9 °
14.9 °
77 %
8.8kmh
40 %
Qui
15 °
Sex
16 °
Sáb
14 °
Dom
20 °
Seg
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Universidades de Macau dão salto no ranking de Xangai

      Universidades de Macau dão salto no ranking de Xangai

       

      No ranking académico de Xangai, que classifica as melhores universidades a nível mundial, as instituições de ensino superior de Macau registaram um salto na tabela. A Universidade de Macau, que há um ano estava entre as posições 401 e 500, este ano ficou na classificação acima, entre as posições 301 e 400. A Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST, na sigla em inglês) também subiu um posto, para a classe 401-500.

       

      Foram reveladas as classificações deste ano do ranking académico de Xangai, que classifica as melhores universidades a nível mundial, verificando-se uma subida das instituições de ensino superior de Macau.

      No ranking geral das universidades mundiais, que ordena as melhores 1.000 instituições de ensino a nível mundial, a Universidade de Macau (UM) aparece entre as posições 301 e 400. No ranking do ano passado, a instituição surgia entre as posições 401 e 500.

      No ranking geral, só aparece mais uma instituição de Macau, a Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST, na sigla em inglês). A universidade está agora entre os lugares 401 e 500, sendo que há um ano estava entre os 501 e 600.

      À semelhança do ano passado, o ranking de Xangai considera que as universidades norte-americanas são as melhores do mundo, ocupando as três primeiras posições do ranking geral. Em primeiro continua a estar a Universidade de Harvard, em segundo mantém-se a Universidade de Stanford, e em terceiro o Massachusetts Institute of Technology (MIT).

      O ranking de Xangai também detalha algumas áreas académicas, sendo que o segmento com maior presença de instituições do território é a hotelaria e a gestão turística. Nesta categoria, a UM continua a destacar-se das outras instituições de Macau, no 14.º posto. Em 40.º surge a MUST e dois lugares abaixo aparece o Instituto de Formação Turística (IFT), que há um ano estava entre as posições 51 e 75. Aqui aparece ainda a Universidade Cidade de Macau, precisamente entre as posições 51 e 75.

      No segmento da hotelaria e gestão turística do ranking de Xangai, a primeira classificada é a Universidade Politécnica de Hong Kong. Em segundo lugar, está a universidade britânica de Surrey, e em terceiro a Universidade Sun Yat-Sen, da China continental.

      Destaque também para o 44.º lugar da UM no sector da engenharia das telecomunicações. A UM ficou também entre as posições 51 e 74 em segmentos como a engenharia electrónica e eléctrica, automação e controlo, engenharia das ciências de computação, ciência e tecnologia alimentar e ciência e tecnologia dos transportes. A MUST também ficou entre a posição 51 e 75 na categoria de automação e controlo, e entre os lugares 76 e 100 no sector da ciência e tecnologia dos transportes.

      Este ranking de Xangai, que começou a ser publicado em 2003, utiliza seis indicadores objectivos para classificar as universidades mundiais, incluindo o número de antigos alunos e funcionários que ganharam prémios Nobel e medalhas Fields, o número de investigadores citados seleccionados pela Clarivate, o número de artigos publicados nas revistas Nature e Science, o número de artigos indexados no Science Citation Index – Expanded e no Social Sciences Citation Index e o desempenho per capita da universidade. Mais de 1.800 universidades são analisadas por este ranking todos os anos, sendo divulgada a classificação das 1.000 melhores.