Edição do dia

Segunda-feira, 26 de Fevereiro, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
13.9 ° C
15.9 °
13.9 °
72 %
5.7kmh
40 %
Dom
16 °
Seg
19 °
Ter
20 °
Qua
20 °
Qui
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade UPM e Universidade de Coimbra acertam cooperação nas áreas de tecnologia, investigação...

      UPM e Universidade de Coimbra acertam cooperação nas áreas de tecnologia, investigação e economia

      A propósito da visita de João Nuno Calvão Silva, vice-reitor da Universidade de Coimbra, à Universidade Politécnica de Macau (UPM), ambas as instituições de ensino superior prometeram uma maior cooperação nas áreas de tecnologia inovadora, investigação e economia entre a China e os países de língua portuguesa.

       

      João Nuno Calvão da Silva, vice-reitor da Universidade de Coimbra, está de visita ao território e passou ontem pela Universidade Politécnica de Macau (UPM), onde se encontrou com o reitor Im Sio Kei. Durante o encontro, as duas instituições de ensino superior prometeram aprofundar a cooperação nas áreas de tecnologia inovadora, investigação e economia entre a China e os países de língua portuguesa, assinala um comunicado após a visita.

      Durante o encontro, o reitor da UPM apresentou os trabalhos da instituição no âmbito da construção de Macau enquanto plataforma entre a China e os países de língua portuguesa, referindo que “a cooperação entre a UPM e a Universidade de Coimbra, uma universidade de renome mundial, ao longo de mais de 20 anos, abrange a co-organização de curso de doutoramento duplo, construção conjunta de laboratório de investigação científica, desenvolvimento de projectos de investigação, tradução e publicação de livros de medicina tradicional chinesa, entre outros, tendo sido obtidos resultados frutíferos”.

      Para além disso, Im Sio Kei, manifestou o desejo de reforçar a cooperação com a Universidade de Coimbra, contribuindo para a investigação científica da indústria de ‘big health’ e o desenvolvimento de tecnologia de ponta de Macau.

      Por sua vez, João Nuno Calvão da Silva assinalou que a Universidade de Coimbra, criada em 1290, conta actualmente com 25 mil estudantes, entre os quais, 200 estudantes provenientes do interior da China, Hong Kong e Macau. Para além disso, o vice-reitor acrescentou que “a Universidade de Coimbra e a UPM têm alcançado grande sucesso na cooperação do ensino e da investigação nas áreas de inteligência artificial e de cidade inteligente, esperando, através desta visita, desenvolver a cooperação com a UPM nas áreas jurídica, económica e de gestão de empresas, de modo a contribuir para a construção conjunta dos países e regiões de língua portuguesa”.

      Em comunicado, a UPM lembra que “a cooperação entre a UPM e a Universidade de Coimbra tem uma longa história e envolve diversas áreas”. No que diz respeito à formação conjunta de quadros qualificados, as duas universidades têm cooperado na organização de curso de doutoramento duplo nas áreas de tecnologia informática aplicada e engenharia informática, “a fim de formar quadros altamente qualificados nas áreas de investigação científica e de inovação para Macau”.

      No âmbito da cooperação da investigação científica, a Universidade de Coimbra instalou em 2017, na Biblioteca Joanina e no Museu da Ciência, o “Sistema de Monitorização Ambiental em Tempo Real baseado em Nuvem”, que recolhe dados ambientais para conservar edifícios de grande valor histórico e cultural, desenvolvido por professores e alunos do Curso de Licenciatura em Informática da UPM.

      Além disso, aquando da visita de uma delegação da RAEM a Portugal, em Maio, na presença da secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, foi inaugurado em Portugal o “Laboratório Conjunto de Investigação em Tecnologias Avançadas para Cidades Inteligentes UPM-UC”. Este Laboratório tem o objectivo de desenvolver estudos conjuntos nas áreas das ciências da computação, inteligência artificial e tecnologias da informação e comunicação, construir uma plataforma de investigação e inovação de alto nível e contribuir activamente para a cooperação educativa e tecnológica entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

      Este ano, as duas universidades assinaram um acordo de cooperação trilateral com o Centro de Ciências da Saúde da Universidade de Pequim, no sentido de integrar as suas equipas de investigação científica e recursos académicos, desenvolvendo, em conjunto, os trabalhos de tradução e publicação de livros de medicina tradicional chinesa e de serviço de saúde destinados aos países e regiões de língua portuguesa, de modo a promover a integração da alta qualidade da medicina tradicional chinesa na construção da plataforma entre a China e os países de língua portuguesa.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau