Operação experimental da extensão da Linha Taipa à Barra iniciada este mês  

0
30

A partir de meados deste mês, o Metro Ligeiro vai iniciar os trabalhos de aferição geral das composições e dos sistemas, e a operação experimental, para a extensão da Linha da Taipa até à Estação da Barra do Metro Ligeiro.

A Direcção dos Serviços de Obras Públicas (DSOP) revelou, numa nota de imprensa publicada na sexta-feira, que durante os trabalhos de aferição será acrescentada a designação “Estação da Barra” nos monitores e nos sistemas de difusão das composições e das estações da Linha da Taipa, bem como será alterado a designação inicial de “Estação do Posto Fronteiriço da Flor de Lótus” para “Estação da Flor de Lótus”. A adição da designação “Estação da Barra” nos monitores e nas respectivas instalações das composições e das estações terá lugar na próxima sexta-feira, data em que será igualmente alterado o nome da “Estação da Flor de Lótus”.

Nessa altura, serão disponibilizados anúncios ou sinais de indicação provisórios ao longo do percurso da Linha da Taipa para os passageiros tomarem o conhecimento, cujo trabalho, entretanto, necessita de tempo para serem substituídos os anúncios, “prevendo que os mesmos fiquem substituídos, de forma gradual, antes dos finais de Novembro do corrente ano”.

Segundo o organismo, os trabalhos de aferição das composições da extensão da Linha da Taipa até à Barra já se encontram “na fase final”, sendo que a primeira fase dos trabalhos tinha sido iniciada em Janeiro deste ano.

“Através da estreita coordenação com a Sociedade do Metro Ligeiro de Macau, S.A., até ao momento foram realizados os trabalhos de aferição à noite fora do horário de operação por um total de 96 dias, perfazendo um total de cerca de 264 horas para a conclusão dos trabalhos de aferição das 1.ª e 2.ª fases e neste momento encontram-se em curso os trabalhos de aferição da 3.ª fase”, frisou.

A DSOP disse ter dado início à actualização gradual aos sistemas das composições e os sistemas circulantes desde o mês passado e prevê-se que os trabalhos dedicados à aferição das composições da 3.ª fase ficarão concluídos em meados de Agosto.