Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
28.1 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
3.6kmh
40 %
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaNovo Teatro-Estúdio do CCM recebe visitas de dois Conselhos

      Novo Teatro-Estúdio do CCM recebe visitas de dois Conselhos

      Na segunda-feira, membros do Conselho Consultivo para o Desenvolvimento Cultural e do Conselho do Património Cultural visitaram as novas instalações Teatro-Estúdio do Centro Cultural de Macau (CCM).

      O espaço será inaugurado oficialmente no início de Julho e terá três pisos, ligando com o Centro Cultural de Macau e ocupando uma área total de 3.110 metros quadrados. O edifício onde se encontra o Teatro-Estúdio possui dois teatros com capacidade para 140 e 160 espectadores, respectivamente. O Estúdio I caracteriza-se pelo seu tecto equipado com uma rede de tensão feita de cabos de aço entrelaçados, permitindo atender a requisitos de diferentes actuações por meio de cordas suspensórias e de grades. Por sua vez, o Estúdio II dispõe de um sistema de suspensão que se move ao longo de uma calha no tecto, providenciando vários pontos de suspensão de posicionamento flexível e ajustável e garantindo assim às companhias artísticas uma maior liberdade de escolha​. O Teatro-Estúdio abrange ainda outras instalações auxiliares, incluindo sala de ensaios polivalente, vestiários, um bar dos actores, camarins e sala polivalente.

      Além disso, as instalações do Teatro dispõem ainda de um monta-cargas com acesso directo a uma zona de cargas e descargas, bem como de quatro pontos de suspensão que permitem içar e instalar elementos cenográficos de grande dimensão em posições elevadas, sendo todos estes meios disponibilizados com vista a atender o melhor possível às necessidades dos profissionais do sector.

      “O espaço apresenta um design essencialmente prático e funcional, tendo-se optado por uma redução dos espaços públicos e elementos decorativos não essenciais, de modo a tirar o máximo de partido do espaço arquitectónico e a incorporar dois teatros e uma sala polivalente”, diz o Instituto Cultural em comunicado.

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau