Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
4.6kmh
40 %
Dom
28 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeNovo Bairro de Macau em Hengqin vai receber moradores já este ano...

      Novo Bairro de Macau em Hengqin vai receber moradores já este ano  

       

      A conclusão do projecto Novo Bairro de Macau em Hengqin está prevista para Agosto e, segundo a Macau Renovação Urbana, S.A., espera-se que os futuros moradores possam entrar nas novas casas ainda este ano. O empreendimento vai disponibilizar 4.000 fracções habitacionais, cuja maioria é T2. Lei Wai Nong, secretário para a Economia e Finanças e também director da comissão executiva da zona de cooperação em Hengqin, sublinhou que o projecto é uma “importante manifestação dos esforços conjuntos” de Guangdong e Macau.

       

      O projecto Novo Bairro de Macau em Hengqin está prestes a ser concluído e vai poder receber residentes até ao final deste ano. Decorreu ontem a cerimónia de descerramento da placa do empreendimento e a Macau Renovação Urbana, S.A. adiantou que está previsto que o projecto fique totalmente concluído em Agosto, depois da conclusão das remodelações interiores finais das casas, da construção de espaços verdes e das obras das paredes exteriores, estando a empresa a preparar-se para os procedimentos da venda.

      O responsável pelo projecto, Chan Ion Kei, salientou que o preço médio por metro quadrado das unidades não vai ultrapassar 30 mil renminbis, e a venda ao público deve começar em breve, para que os primeiros moradores possam entrar ainda este ano.

      Sem adiantar quais as expectativas sobre a situação de venda, o responsável disse que se o número de compradores interessados exceder o número de unidades, será adoptada a forma de sorteio para a venda. Revelou ainda que serão estabelecidos centros de vendas em Macau e Hengqin nos próximos meses para facilitar a apresentação de candidaturas à aquisição.

      Lei Wai Nong, secretário para a Economia e Finanças e também director da comissão executiva da Zona de Cooperação Aprofundada em Hengqin, asseverou que a inauguração do Novo Bairro de Macau em Hengqin não só marca os resultados das realizações faseadas na construção da zona de cooperação, mas também cria boas condições para o ambiente da vida na Ilha da Montanha, que é semelhante ao de Macau e adequado para viver e trabalhar.

      No discurso proferido na ocasião, o secretário afirmou que o Novo Bairro de Macau vai proporcionar aos residentes de Macau uma vida de alta qualidade, elogiando que o projecto é “uma importante manifestação dos esforços conjuntos e inovações encorajadores de Guangdong e Macau”.

      “Desde o início deste ano, a Zona de Cooperação lançou uma série de medidas para melhorar a popularidade e o ambiente de negócios, apoiando ao mesmo tempo os residentes de Macau no empreendedorismo, emprego, vida e habitação em Hengqin”, assinalou. Lei Wai Nong destacou que as autoridades de Hengqin vão continuar a dar apoio aos cidadãos de Macau, promovendo a conectividade das instalações e de vida para melhor integração das pessoas de Macau na Grande Baía.

      O secretário revelou que, segundo os dados mais actualizados, a média diária da população flutuante em Hengqin é de 160 mil pessoas, sendo um aumento anual de 48,8%.

      De Janeiro a Abril deste ano, foram registados 1,283 milhões de residentes de Macau que entraram e saíram através do posto fronteiriço de Hengqin, representando um aumento de 92% em comparação com o período homólogo do ano passado. Os veículos de matrícula única de Macau registaram 448 mil entradas em Hengqin, um crescimento de 86,7%. Existem actualmente 7.218 residentes a trabalhar e viver na zona.

      A cerimónia de ontem contou a presença de mais de 130 convidados de várias instituições da Zona de Cooperação, das autoridades de Zhuhai e pessoas de todos os sectores da sociedade. Já Peter Lam Kam Seng, presidente do Conselho de Administração da Universidade de Macau e da Macau Renovação Urbana, S.A. agradeceu o apoio e cooperação das entidades relevantes do projecto, disse que o projecto implica “um novo nível” de cooperação entre Macau e Hengqin, esperando que a Zona de Cooperação continue a criar mais projectos inovadores para atender um desenvolvimento mais amplo.

      Segundo a apresentação da Macau Renovação Urbana, S.A., o Novo Bairro de Macau tem 27 torres residenciais, com 19 a 26 andares, disponibilizando 4.000 fracções habitacionais para vender, bem como 200 fracções para arrendar aos quadros qualificados, todas equipadas com mobílias, instalações de insonorização, fechadura de porta inteligente, entre as outras.

      “Para responder às diferentes necessidades de famílias, 80% das unidades habitacionais são apartamentos T2 com área bruta de construção de cerca de 88 metros quadrados, e 20% são apartamentos T3 com área bruta de construção de cerca de 118 metros quadrados”, revelou.

      A zona do Novo Bairro de Macau compreende escolas, um centro de saúde, um centro de atendimento a idosos e centro de atendimento à família, além de um parque de estacionamento com 4.000 lugares, uma ‘clubhouse’, áreas de lazer e área comercial com mais de 50 lojas.