Edição do dia

Terça-feira, 18 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
31.7 ° C
34.8 °
30.9 °
89 %
5.1kmh
40 %
Ter
32 °
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioGrande ChinaChina considera “assunto interno da Rússia” rebelião do grupo Wagner

      China considera “assunto interno da Rússia” rebelião do grupo Wagner

       

      O Governo chinês considerou ontem a rebelião lançada no sábado pelo líder do grupo Wagner, Yevgeni Prigozhin, “um assunto interno da Rússia”, após as autoridades terem anunciado um acordo para travar o avanço dos mercenários em direção a Moscovo.

      “Como vizinho amigável e parceiro estratégico na nova era, a China apoia e acredita que a Rússia pode manter a estabilidade nacional e alcançar o desenvolvimento e a prosperidade”, disse a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Mao Ning, na primeira avaliação de Pequim sobre o sucedido.

      Numa conferência de imprensa, Mao Ning afirmou que os dois países “mantêm uma comunicação estreita e próxima a todos os níveis”, sublinhando que a China “não tem qualquer avaliação a fazer” sobre a rebelião lançada por Prigozhin.

      Horas após o início da rebelião e à medida que as unidades do grupo Wagner avançavam em direção a Moscovo, o Kremlin anunciou um acordo que envolve a partida de Prigozhin para a Bielorrússia, bem como a retirada das acusações de traição e a garantia de que os membros do grupo mercenário não seriam julgados pelas suas ações.

      Na sequência do acordo, Prigozhin ordenou aos membros do grupo que abandonassem as posições assumidas durante o seu avanço, incluindo a retirada do centro da cidade de Rostov-on-Don, a fim de reduzir as tensões decorrentes da luta contra a liderança do Ministério da Defesa e do exército russos no contexto da invasão da Ucrânia desencadeada em Fevereiro de 2022 por ordem do Presidente russo Vladimir Putin.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau