Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
34.3 ° C
34.3 °
34.3 °
77 %
6.1kmh
90 %
Ter
34 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioÁsiaPelo menos 98 mortos devido a onda de calor no norte da...

      Pelo menos 98 mortos devido a onda de calor no norte da Índia

       

      Pelo menos 98 pessoas morreram nos últimos dias devido à onda de calor que afecta o estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia, tendo os mais velhos sido aconselhados a permanecerem em casa, disse fonte médica.

      Os mortos tinham todos mais de 60 anos e apresentavam problemas de saúde pré-existentes que podem ter sido agravados pelo calor intenso, disse o médico-chefe do distrito de Ballia, Jayant Kumar, justificando o apelo a que os residentes com mais de 60 anos permaneçam em casa durante o dia.

      Em Ballia, o município mais afetado do Uttar Pradesh, com temperaturas superiores a 42ºC, morreram 54 pessoas (23 na quinta-feira, 20 na sexta-feira e 11 no sábado), por desidratação ou por patologias prévias agravadas pelo calor, refere a agência Europa Press, que cita o canal indiano NDTV. “Todos os indivíduos estavam a sofrer de algumas doenças e as suas condições pioraram devido ao calor extremo”, afirmou, precisando que a maioria das mortes foi causada por ataque cardíaco, derrame cerebral e diarreia.

      Segundo o Departamento Meteorológico da Índia, Ballia registou uma temperatura máxima de 42,2 graus Celsius na sexta-feira, ou seja, 4,7 graus acima do normal. O calor provocou cortes de electricidade em todo o estado, deixando as pessoas sem água canalizada, ventoinhas ou aparelhos de ar condicionado, o que deu origem a protestos, afirma a AP.

      O Ministro-Chefe do Uttar Pradesh, Yogi Adityanath, assegurou que o Governo estava a tomar todas as medidas para garantir o fornecimento ininterrupto de energia no estado e exortou os cidadãos a cooperarem e a utilizarem a eletricidade de forma contida.

      Os principais meses de Verão – Abril, Maio e Junho – são geralmente quentes na maior parte da Índia, antes de as chuvas da monção trazerem temperaturas mais baixas, mas, na última década, as temperaturas tornaram-se mais altas. Durante as vagas de calor, o país sofre também de graves carências de água, com dezenas de milhões dos seus 1,4 mil milhões de habitantes a ficarem privados de água corrente.

      Em Abril, uma onda de calor causou a morte de 13 pessoas num evento governamental na capital financeira da Índia, Mumbai, e levou alguns estados a encerrar todas as escolas durante uma semana.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau