Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
28.1 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
3.6kmh
40 %
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadePalestra sobre segurança alimentar do IAM junta especialistas e 400 participantes do...

      Palestra sobre segurança alimentar do IAM junta especialistas e 400 participantes do sector

      A propósito do Mundial da Segurança Alimentar, o Instituto para os Assuntos Municipais (IAM) organizou ontem uma palestra sobre segurança alimentar, reunindo especialistas do interior da China, Hong Kong e Macau. A palestra acolheu mais de 400 participantes ligados a sectores de produtos alimentares, desde representantes de serviços públicos e empresas privadas, a associações e académicos. O objectivo central do encontro entre especialistas e participantes era de “impulsionar as trocas de informações e a comunicação na área da segurança alimentar entre o interior da China, Hong Kong e Macau”, ajudando assim o “sector e cidadãos a dominar melhor as tendências actuais” para que se desenvolva conjuntamente a segurança alimentar da Grande Baía.

      O IAM esclareceu num comunicado que a palestra se dividiu em duas sessões distintas. Da parte da manhã, os representantes da restauração e associações comerciais puderam aprender mais sobre as técnicas de inspecção e teste rápido, através de um novo modelo inteligente, concebido e desenvolvido pelo interior da China. Xu Jin, do Centro Nacional da China para a Avaliação de Riscos de Segurança Alimentar, explicou aos participantes como a aplicação destas técnicas facilita o trabalho do Governo e do sector para uma melhor execução dos critérios de segurança alimentar.

      Os restantes especialistas da parte da manhã partilharam os seus pareceres sobre a “situação e visão do processo integrante de trabalho do mercado de produtos alimentares na Baía”, e “as dificuldades e os desafios no estabelecimento, execução e promoção dos critérios de segurança alimentar”.

      À tarde, cidadãos, associações e académicos puderam ficar a saber mais sobre os mais recentes desenvolvimentos dos critérios de segurança alimentar do interior da China. Yu Hangyu, do centro nacional chinês para a segurança alimentar, partilhou com os presentes o processo de criação do sistema padrão de segurança alimentar na China. Contextualizando a situação da RAEM, Cheong Kuai Tat, chefe do Departamento de Segurança Alimentar, instruiu os presentes sobre “a forma correcta” de aplicar os critérios de segurança alimentar de Macau”, revelando como está situação actual dos trabalhos relativos aos critérios de segurança alimentar do território.

       

      R.G.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau