Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens quebradas
30.4 ° C
30.4 °
30.4 °
78 %
6.5kmh
83 %
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaInstituto Internacional de Macau e diáspora macaense comemoram o 24 de Junho...

      Instituto Internacional de Macau e diáspora macaense comemoram o 24 de Junho  

       

      Para celebrar a batalha que deu vitória à população de Macau contra a tentativa de invasão holandesa em 1622, o IIM, juntamente com diversas Casas de Macau espalhadas pelo mundo, vai celebrar o 24 de Junho, dia de São João, com palestras, projecções de vídeos, missa, encontros, colaborações, gastronomia e muito mais.

       

      O Instituto Internacional de Macau (IIM) anunciou ontem, em comunicado, que está a organizar uma série de actividades para celebrar o dia 24 de Junho, dia de São João e da batalha que deu vitória à população de Macau contra a tentativa de invasão holandesa em 1622.

      Assim, uma palestra em mesa redonda dedicada à efeméride será realizada, pelas 14h30, nas instalações do IIM no NAPE. A palestra focará na componente histórica do acontecimento que se deu em Macau no séc. XVI e contará com oradores convidados como Agnes Lam, directora do Centro de Estudos da Universidade de Macau (UM), Sit Kai Sin, director do Museu Marítimo de Macau, Matias Lao Hon Pong, presidente da Associação dos Embaixadores do Património de Macau e ainda de André Ritchie, presidente da Direcção da Halftone.

      O evento destina-se à população em geral, sendo que a sessão será conduzida em cantonês e em português, contando ainda com a projecção de vídeos ligados ao tema. “Um do IIM (com testemunhos de individualidades em Macau e na diáspora macaense, que inclui Jorge Rangel, presidente do IIM, Maria Roliz do Club Lusitano de Califórnia, Stuart Braga e Henry D´Assumpção, entre outros) e outro vídeo com a versão em cantonês da Associação dos Antigos Alunos da Escola Comercial Pedro Nolasco, coordenado pelo seu presidente, José Basto da Silva, e com a colaboração da Fundação Rui Cunha, com a versão portuguesa já produzida e divulgada no ano passado”, lê-se no mesmo comunicado.

      No mesmo dia, pelas 17h30, haverá lugar a uma missa de Acção de Graças na Igreja de São Domingos conduzida pelo padre Daniel Ribeiro.

      Em colaboração com a Casa de Portugal em Macau (CPM), esta disponibilizará um folheto trilingue com a explicação do acontecimento, que também estará disponível nas instalações da COM localizada na Casa de Vidro, na Praça do Tap Seac, a par de eventos diversos naquelas instalações multifuncionais.

      O IIM também se juntou à Associação para a Promoção e Desenvolvimento do Circuito da Guia em Macau (APDCGM) que este ano celebra o sétimo aniversário. Assim, também no dia 24 de Junho, logo pela manhã às 9h30, ocorrerá um tributo ao Circuito da Guia que este ano celebra os seus 70 anos da sua existência e ao próprio Grande Prémio de Macau. Está previsto um encontro de motas com o ponto de partida na ‘pit lane’ do edifício do Grande Prémio de Macau. Informações mais detalhadas poderão ser consultadas junto da APDCGM.

      Gastronomia também não faltará. Um programa proporcionado por dois restaurantes portugueses – A Mariazinha e Tromba Rija – revelam menus preparados com reserva antecipada dedicada à Festa de São João Baptista. As reservas podem ser efectuadas junto dos referidos estabelecimentos de restauração.

      Uma palavra ainda para a diáspora macaense que também celebrará as duas efemérides. Dia 18 de Junho, na Austrália, a Casa de Macau realizará um convívio dedicado ao Dia de São João. Na região vizinha de Hong Kong, a 23 de Junho, o Club Lusitano de Hong Kong celebrará a “Festa de São João” no Salão Nobre de Camões. No dia seguinte, em Lisboa, a Casa de Macau em Portugal promove uma missa campal, chá gordo, música e convívio. Também no mesmo dia a Casa de Macau nos Estados Unidos da América, o Club Lusitano de Califórnia e a União Macaense Americana também celebram um missa e convívio no Centro Cultural de Macau em Fremont. No Canadá, o “Dia de Macau” é celebrado com missa e convívio sob a organização da Casa de Macau no Canadá, sediada em Toronto. Por fim, no Brasil, a Casa de Macau no Rio de Janeiro fará um convívio entre a diáspora no dia 25 de Junho.