Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens quebradas
30.4 ° C
30.4 °
30.4 °
78 %
6.5kmh
83 %
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaAdalberto Tenreiro apresenta exposição de redesenho de azulejos no Albergue SCM

      Adalberto Tenreiro apresenta exposição de redesenho de azulejos no Albergue SCM

      No âmbito da comemoração do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, o arquitecto revela mais de trinta conjuntos de azulejos pintados. Os temas incluem edifícios de todo o mundo e de Macau, bem como objectos do quotidiano do artista. A mostra é organizada pelo Círculo dos Amigos da Cultura de Macau.

       

      O arquitecto Adalberto Tenreiro, radicado em Macau desde 1983, apresenta no próximo dia 14 de Junho, pelas 18h30, na Galeria A2 do Albergue SCM, a exposição individual “Redesenho em Azulejos” no âmbito da Comemoração do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

      A exposição, de acordo com a sua sinopse divulgada ontem em comunicado, apresenta mais de trinta conjuntos de azulejos pintados. “Os azulejos são apresentados juntamente com os respectivos croquis e pinturas, permitindo ao público explorar o processo de expansão artística. Os temas incluem edifícios de todo o mundo e de Macau, bem como objectos do quotidiano do artista. A transição do papel para o azulejo não só demonstra a aguçada capacidade de observação do artista e a sua aptidão para várias técnicas, como também concretiza a diversidade da criatividade”, pode ler-se.

      O autor explica ainda que junto aos azulejos “são mostrados os desenhos a partir dos quais foram criadas as imagens neles pintadas”. São “passatempos interligados – desenhar e pintar azulejos – liberta o olhar nas pinturas em azulejos, antes minucioso nos desenhos”.

      Adalberto Tenreiro refere ainda, citado pelo mesmo comunicado, que “os desenhos são feitos no local do representado, alguns desenhos feitos durante anos em várias páginas de dezanove por vinte e quatro centímetros, dos quais são retiradas partes ou o seu total e ajustados ao formato de quadrados cerâmicos, as linhas mais finas do que milímetro aqui borradas com pincel”. “O trabalho solitário do desenhar em contraponto com os diálogos com mestres e colegas na oficina de cerâmica. O papel que se pode borrar e envelhece, a cerâmica eterna e frágil num instante”, enfatizou o autor.

      “Redesenho em Azulejos é uma organização do Círculo dos Amigos da Cultura de Macau (CAC), patrocinado pelo Fundo de Desenvolvimento Cultural do Governo da RAEM, e estará patente ao público até dia 28 de Julho de 2023, com entrada gratuita, todos os dias das 12h às 20h, excepto à segunda-feira que abre às 15h.

      Adalberto Tenreiro nasceu em São Tomé e Príncipe em 1955. Em 1982, licenciou-se em Arquitectura pela Universidade Técnica de Lisboa, em Portugal. Mudou-se para Macau em 1983 e actualmente exerce no seu gabinete pessoal, ATeliers ARchiTecture. Realizou e participou em inúmeras exposições individuais e colectivas, tendo as suas obras sido expostas em Macau, Lisboa, Espanha, entre outros locais.