Edição do dia

Terça-feira, 18 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
31.7 ° C
34.8 °
30.9 °
89 %
5.1kmh
40 %
Ter
32 °
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioLusofoniaCabo Verde fecha parceria com projecto “929 Challenge”

      Cabo Verde fecha parceria com projecto “929 Challenge”

      A parceria que resulta da participação daquele país africano, através da Cabo Verde Digital, no Colóquio sobre Empreendedorismo e Liderança de Pequenas e Médias Empresas para os Países de Língua Portuguesa, a decorrer em Macau, prevê levar startups a Macau em Outubro.

      Cabo Verde, através da Pro-Empresa, assinou ontem um memorando de entendimento, com validade de dois anos, com a Associação de Empreendedorismo e Inovação Macau China e países de língua portuguesa, na qualidade de entidade gestora do programa “929 Challenge”, anunciou a associação em nota de imprensa.

      A parceria, pode ler-se, “resulta da participação de Cabo Verde, através da Cabo Verde Digital, no Colóquio sobre Empreendedorismo e Liderança de Pequenas e Médias Empresas para os Países de Língua Portuguesa, a decorrer em Macau”.

      Instado a comentar a assinatura do memorando de entendimento, o delegado de Cabo Verde no Fórum Macau, Nuno Furtado, destacou que o momento “é de grande importância na perspectiva que o acordo pode impulsionar o desenvolvimento económico de Cabo Verde, especialmente nos sectores de inovação de tecnologia digital representando uma oportunidade significativa de fortalecer o empreendedorismo e startups, gerando benefícios mútuos para ambas as partes, mas, igualmente, ser uma parceria que pode abrir portas para investimentos e oportunidades de negócios entre Macau e Cabo Verde.

      Esta era a grande ambição da Cabo Verde Digital nesta missão, pode ler-se na nota de imprensa. Estabelecer parcerias sólidas que permitam ao arquipélago acelerar o processo rumo à meta de se posicionar como plataforma tecnológica no meio dos continentes. Macau, com a sua localização estratégica enquanto plataforma entre a China e os países de língua portuguesa, e a sua relevância enquanto ecossistema empreendedor, constitui um importante parceiro para Cabo Verde. Explorar as oportunidades no ecossistema macaense permitirá ao arquipélago internacionalizar as soluções tecnológicas feitas no país, bem como promover Cabo Verde enquanto plataforma para o mercado Africano”, considerou a Pro-Empresa, citada pela mesma nota.

      Os responsáveis cabo-verdianos consideram ainda que este memorando de entendimento está alinhado com a visão de posicionar Cabo Verde com o hub digital na sub-região, procurando capitalizar o posicionamento geoestratégico das ilhas. Assim, o documento rubricado construi as bases para que Cabo Verde sirva de porta de entrada para o continente africano para os empreendedores com base nessa região, enquanto Macau posiciona-se como uma porta de entrada na China para os empreendedores com base em Cabo Verde”, defendem.

      Já a Associação de Empreendedorismo e Inovação Macau – China admite que, através desta parceria, as partes preveem a promoção de programas de intercâmbio de startups dos dois ecossistemas, acordando em aprofundar e fortalecer os ecossistemas de empreendedorismo em ambas as regiões, visando o crescimento de negócios digitais inovadores. Esta colaboração pode incluir igualmente troca de conhecimento e experiência, acesso a recursos e mentoria, acesso a fundos e eventos especializados entre os dois ecossistemas, promover e facilitar acesso a programas direcionados aos nómadas digitais nos dois ecossistemas”, lê-se na nota de imprensa.

      Além da posição geoestratégica de Cabo Verde, a operacionalização de um Parque Tecnológico de referência ao nível da sub-região africana, a cargo do Governo de Cabo Verde, afigura-se como uma força impulsionadora desta parceria, no sentido em que poderá servir de plataforma de processamento de dados, capacitação, desenvolvimento e prestação de serviços tecnológicos para o continente africano através de sinergias com Macau.

      Outra vertente desta parceria passa ainda pela expansão para as startups localizadas em Cabo Verde, sempre que possível e fizer sentido, das iniciativas de impacto e de promoção do empreendedorismo realizadas em Macau, nomeadamente no domínio da aceleração e desenvolvimento de competências, e vice-versa. Desde logo, destaque para a competição “929 Challenge”, cujas inscrições se encontram abertas até ao final de Setembro, tanto para empresas como para equipas de alunos universitários.