Edição do dia

Sábado, 22 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
30.1 ° C
31 °
29.9 °
89 %
3.1kmh
20 %
Sáb
31 °
Dom
30 °
Seg
29 °
Ter
30 °
Qua
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaFalta de trabalhadores atrasa inspecções de veículos

      Falta de trabalhadores atrasa inspecções de veículos

      Na reunião plenária de ontem da Assembleia Legislativa (AL), o deputado Leong Sun Iok pediu melhorias no processo de inspecção dos veículos automóveis, apontando que os dois centros de inspecção da tutela da Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) não têm recursos humanos suficientes. O secretário admitiu estar a par da situação.

      Na resposta, Raimundo do Rosário confirmou a falta de pessoal, notando que a sua tutela tem apenas 3.402 trabalhadores e está fora das intenções do Governo contratar mais funcionários públicos. Só a DSAT tem 610 trabalhadores. “Sabemos destas situações, do acumular de veículos para inspecção nos últimos três anos, sabemos desta realidade”, apontou o secretário para os Transportes e Obras Públicas.

      Para Lam Hin San, director da DSAT, também presente no hemiciclo, o cenário não é tão negro. O responsável assinalou que, entre 18 de Junho do ano passado e o fim desse ano, “só 520 veículos foram multados devido a falta de inspecção”. Para este ano, as autoridades deram mais um mês para o efeito.

      Na interpelação oral, Leong Sun Iok questionou também o ponto de situação relativamente à uniformização dos critérios de inspecção, para a promoção gradual do reconhecimento mútuo dos resultados da inspecção entre Macau, Hong Kong e o interior da China. Raimundo do Rosário afirmou que a ideia está a ser discutida entre as três partes, mas está “numa fase muito preliminar”.

      “Quanto à inspecção única, estamos a negociar com o interior da China e Hong Kong e estamos a tentar alcançar convergência entre Macau e os critérios internacionais. Apesar disso continuam a existir diferenças, portanto ainda é impossível esta inspecção única”, completou Lam HinSan, que adiantou que o Governo irá entregar este ano uma nova proposta de lei do trânsito rodoviário à AL e “isso irá contribuir para a questão das inspecções”.