Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
34.3 ° C
34.3 °
34.3 °
77 %
6.1kmh
90 %
Ter
34 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioDesportoF3 regressa a Macau após três anos de ausência

      F3 regressa a Macau após três anos de ausência

      É oficial. As Taças do Mundo de Fórmula 3 e GT da FIA farão parte do 70.º Grande Prémio de Macau que terá lugar a 11 e 12, e entre 16 a 19 de Novembro. A novidade foi ontem avançada por diversas publicações especializadas em desportos motorizados.

      O encontro da F3, que também leva o título do GP de Macau e celebra este ano o seu 40.º aniversário, e a corrida GT foram substituídas durante a pandemia de Covid-19, respectivamente, por uma ronda do campeonato chinês de Fórmula 4 e pela Taça GT Macau.

      A confirmação do retorno da F3 vem na sequência dos comentários do director de estratégia de monolugares da FIA, François Sicard, que em Março passado admitiu estar a negociar a volta dos monolugares ao Circuito da Guia.

      A SRO Motorsports Group – de Stéphane Ratel –, principal promotora mundial de corridas de GT3, já terá sido contratada para organizar a inscrição para a corrida

      Agora, as corridas sancionadas pela FIA regressam ao Circuito da Guia no âmbito de um acordo de três anos entre aquela federação, a Associação Geral do Automóvel de Macau-China e, claro, a Comissão Organizadora do Grande Prémio de Macau.

      Em declarações à imprensa da especialidade, Nikolas Tombazis, director dos F3 da FIA, afirmou estar muito contente por ver o regresso do Campeonato do Mundo FIA F3 a Macau. “Ao longo das décadas, muitos dos maiores nomes do automobilismo foram testados no Grande Prémio de Macau, pois um desempenho excepcional no Circuito da Guia é um sinal certo de talento e comprometimento. É uma notícia fantástica que a história continue com a actual geração de carros de F3, que estreou com sucesso nas ruas de Macau em 2019”, notou o responsável.

      Marek Nawarecki, outro responsável da FIA, considerou a volta da Taça do Mundo GT uma óptima notícia. “O volume de fabricantes envolvidos e carros homologados fazem da plataforma GT3 a categoria de corridas de clientes mais bem-sucedida da FIA. A importância da classe GT3 vai crescer ainda mais, portanto, ter a FIA de volta às ruas de Macau é um desenvolvimento extremamente positivo para todos”, considerou.

      Pun Weng Kun, da Comissão Organizadora do Grande Prémio de Macau, citado pela imprensa da especialidade, foi parco em palavras, referindo apenas que a organização sente-se honrada por continuar a receber a confiança e o apoio da FIA.