Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
28.1 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
3.6kmh
40 %
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeTaxa de jovens suspeitos com o distúrbio do jogo situa-se entre 2,2%...

      Taxa de jovens suspeitos com o distúrbio do jogo situa-se entre 2,2% e 2,9%

      Os números foram recentemente divulgados pelo Instituto de Acção Social em resposta a uma interpelação escrita da deputada Ella Lei e referem-se a dados obtidos nos últimos cinco anos. O organismo revelou igualmente que, desde 2020, coopera com as organizações não governamentais para realizar, através da organização de actividades diversificadas centralizadas no distúrbio do jogo, acções de prevenção secundária para jovens, “no sentido de criar resiliência”.

      A taxa de jovens suspeitos com o distúrbio do jogo situa-se entre 2,2% e 2,9%, revelam dados obtidos nos últimos cinco anos e tornados públicos recentemente pelo Instituto de Acção Social (IAS) em resposta a uma interpelação escrita da deputada da Assembleia Legislativa (AL) Ella Lei que pediu ao Executivo liderado por Ho Iat Seng um “reforço dos trabalhos de prevenção e controlo da prática do jogo pelos jovens”.

      Na mesma resposta à parlamentar da Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM), o presidente do IAS, Hon Wai, recordou que a Direcção dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude (DSEDJ) encarregou uma instituição de investigação de realizar, de dois em dois anos, uma investigação social sobre os indicadores da juventude em Macau, de forma a conhecer o estado de desenvolvimento mais recente e as tendências futuras da juventude. “Esta pesquisa inclui os conteúdos relacionados com os indicadores de desenvolvimento do sector do jogo e do crescimento dos jovens, para servirem de referência científica aos serviços competentes e instituições sociais no desenvolvimento dos trabalhos juvenis”, notou o responsável, acrescentando que os trabalhos relativos à investigação e à análise encontram-se em curso, “prevendo-se a sua publicação ainda durante o ano de 2023”.

      Além disso, enfatizou o responsável do IAS, a fim de compreender a situação da participação nas actividades do jogo por parte dos jovens, desde 2009 que o organismo a que preside realiza, através das organizações não governamentais, o inquérito sobre a prevenção do vício do jogo dos jovens.

      Hon Wai recordou ainda a implementação em curso da Política de Juventude de Macau (2021-2030), cuja principalmedida é a de “fortalecer a educação moral e promover uma vida saudável”. O Grupo de Acompanhamento Interdepartamental da política da juventude lançou um plano de acção diversificado, que prevê a realização de actividades relacionadas com a prevenção dos jogos de azar ou de outros comportamentos desviantes nos jovens, no âmbito do qual, a DSEDJ continua a colaborar, de forma estreita, com as partes interessadas, como pais, escolas e organizações comunitárias, para reforçar a divulgação da prevenção dos jogos de azar em momentos cruciais”, afirmou, enumerando alguns das iniciativas já desenvolvidas como, por exemplo, o envio deofícios para todas as escolas de Macau, antes da abertura do Mundial de Futebol de 2022, para divulgar infografias sobre gestão financeira, antes do Ano Novo Lunar, entre outras iniciativas, para que os alunos pudessem entender a importância de uma gestão financeira correcta, bem como compreender os perigos de uma perturbação provocada pelos jogos de azar e o impacto destes na sociedade.

      Em simultâneo, acrescentou o presidente do IAS, a fim de ensinar, de forma sistemática, aos estudantes dos ensinos primário e secundário de Macau os conceitos e conhecimentos correctos sobre a gestão financeira, o organismo, desde 2015, “coopera com as organizações não governamentais para lançar o plano sensibilizador sobre a gestão racional de recursos financeiros nas escolas de Macau, cujo conteúdo é semelhante ao ambiente social de Macau e tem como foco os elementos da prevenção do jogo. A partir do ano de 2021, o plano alarga-se para os diferentes níveis escolares, através de formações destinadas aos professores para que estes possam ajudar os alunos a inculcar o conceito correcto de gestão financeira. No futuro, planeia-se proporcionar cursos educativos sobre a gestão financeira dos filhos, destinados aos encarregados de educação, promovendo os trabalhos da educação familiar”, referiu ainda Hon Wai.

      Já no que se refere aos estudantes do ensino superior, o IAS criou um mecanismo de colaboração com as instituições do ensino superior para realizar acções promocionais e organizar palestras temáticas, permitindo os estudantes do ensino superior conhecerem uma breve situação da indústria do jogo de Macau e do distúrbio do jogo, o conceito do vício do jogo e as informações sobre os serviços da prevenção e do tratamento do distúrbio de jogo, para que possam aprender a identificar, de forma precoce, e ajudar as pessoas com necessidades.