Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
4.6kmh
40 %
Dom
28 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaA extinção do ser humano e a inteligência artificial no centro do...

      A extinção do ser humano e a inteligência artificial no centro do mais recente livro de Joe Tang

      “A Memoir: The Last Human” é o título da obra que Joe Tang vai lançar no final deste mês. No centro da história está a extinção do ser humano e o advento da inteligência artificial. Este livro de ficção científica será também adaptado aos palcos, com uma peça de teatro a ser interpretada pelo grupo Hiu Kok e que vai ser apresentada no Centro Cultural de Macau nos dias 3 e 4 de Junho.

      O autor de Macau Joe Tang vai lançar, no final deste mês, o livro “A Memoir: The Last Human”, uma obra de ficção científica que tem como foco a extinção do ser humano e a inteligência artificial. “O livro é sobre o mundo após a extinção do ser humano. Um novo mestre da Terra começa a estudar o último humano e ouve as suas histórias e as suas memórias”, explicou o escritor, acrescentando que a inteligência artificial também faz parte da história.

      Ao PONTO FINAL, Joe Tang contou que sempre quis escrever uma história sobre estes temas e a pandemia foi o pretexto perfeito: “Nos últimos anos, a pandemia global que varreu o mundo e o meu confinamento de três anos em Macau proporcionou-me tempo suficiente para escrever, e então surgiu este livro”.

      Para já, “A Memoir: The Last Human” vai ficar disponível apenas em língua chinesa, mas Joe Tang confessa que quer ver a obra publicada em outras línguas. “Claro que gostava que fosse traduzido para outras línguas e publicado noutros países/regiões, espero que isso aconteça um dia”, afirmou.

      A história de Joe Tang não dará origem apenas a um livro, mas também a uma peça de teatro. O grupo Hiu Kok, de Macau, escolheu a narrativa como ponto de partida para uma peça. Esta versão teatral da história adopta um formato de “quatro em um”, convidando quatro dramaturgos locais a “libertarem as suas fantasias criativas” e a escreverem quatro mini-histórias de ficção científica que partilham a mesma premissa do livro de Joe Tang, mas são terminam de forma diferente. A peça será apresentada no Centro Cultural de Macau nos dias 3 e 4 de Junho.

      Joe Tang, recorde-se, escreve romances, faz trabalho editorial e escreve para teatro. Já venceu o Prémio Literário de Macau e o Prémio de Romance de Macau. Da sua obra fazem parte romances como “Assassin”, “The Ecstasy” e o ensaio “My Point of View”. No final do ano passado, publicou também “The Curse of the Lost City”, um romance histórico em que Joe Tang recria a visita de Lin Zexu – comissário imperial da Dinastia Qing – a Macau, em 1839, num período conturbado que culminaria na Guerra do Ópio. Tang é também autor de várias peças de teatro, incluindo “Words from Thoughts”, “Philosopher’s Stone” e “The Legendary Heroes”. O seu romance infantil, “Journey to the West”, foi apresentado na Expo Xangai 2011. Além disso, o seu trabalho aparece regularmente em revistas, onde escreve artigos de opinião sobre cultura e sobre a cena cultural de Macau em particular.