Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
34.3 ° C
34.3 °
34.3 °
77 %
6.1kmh
90 %
Ter
34 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeAssinado acordo entre Macau e o interior da China para constituição de...

      Assinado acordo entre Macau e o interior da China para constituição de comissão para cooperação

       

      O Governo de Macau e o Ministério da Cultura e Turismo assinaram na segunda-feira, em Haikou, o “Acordo entre o Interior da China e Macau para a constituição da Comissão de Trabalho Conjunta no âmbito da promoção da criação de uma Base de Intercâmbio e Cooperação para a Promoção da Coexistência Multicultural, com Predominância da Cultura Chinesa”.

      Com a assinatura do acordo pelo vice-ministro da Cultura e Turismo, Lu Yingchuan, e pela secretária para os Assuntos Sociais e Cultura da RAEM, Elsie Ao Ieong, o mecanismo da Comissão de Trabalho Conjunta de “Uma Base” foi oficialmente estabelecido, tendo-se realizado a primeira reunião desta comissão.

      Esta comissão tem como trabalhos prioritários a implementação das políticas e medidas do Governo Central relativas à construção de Macau como “Uma Base”; o apoio a Macau na realização e na participação em mais actividades de intercâmbio cultural a nível nacional, regional e internacional; e o alargamento do âmbito de intercâmbio e cooperação cultural entre o interior da China e Macau, entre outros.

      Na reunião, a secretária para os Assuntos Sociais e Cultura agradeceu ao Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Conselho do Estado, ao Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEM, ao Ministério da Cultura e Turismo da República Popular da China e aos membros da Comissão de Trabalho Conjunta, pelos “fortes apoios dados à construção de ‘Uma Base’, apontando que, através da coordenação conjunta entre o Governo Central e o Governo da RAEM no sentido de reforçar o planeamento global, o progresso da construção de ‘Uma Base’ será fortemente promovido”.

      “Além disso, com o objectivo de transmitir e divulgar a cultura chinesa, o Governo da RAEM irá continuar a explorar o significado profundo da história e da cultura de Macau, empenhando-se em contar as histórias da China e promovendo a ‘internacionalização’ da cultura chinesa”, lê-se no comunicado.

       

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau