Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens quebradas
30.4 ° C
30.4 °
30.4 °
78 %
6.5kmh
83 %
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeConselho para os Assuntos Médicos revela resultados sobre programa de serviços clínicos...

      Conselho para os Assuntos Médicos revela resultados sobre programa de serviços clínicos públicos

      Resultados de um estudo sobre o programa de serviços clínicos públicos de Macau realizado por uma equipa de investigação liderada pelo professor Leung Cheuk Wai, de Hong Kong, foram ontem anunciados durante a nona reunião plenária do Conselho para os Assuntos Médicos, presidida pelo director do Serviços de Saúde, Alvis Lo.

      Na apresentação do relatório, Leung Cheuk Wai referiu que, para fazer face às necessidades médicas resultantes do envelhecimento da população e de várias doenças crónicas, “propõe-se a integração das diversas etapas, desde o hospital até à comunidade, no sentido de elevar a eficiência dos serviços, bem como sugere-se o impulsionamento da cooperação entre o Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas e os diversos hospitais, o aproveitamento pleno das instalações dos diversos hospitais e a promoção dos cuidados de enfermagem diurnos, com vista a prestar aos residentes de Macau serviços médicos adequados e de qualidade”.

      Já quanto à definição do papel dos diversos hospitais, o mesmo responsável propõe que o Centro Hospitalar Conde de São Januário “continue a desenvolver os serviços de cuidados de saúde diferenciados com vantagens, coordenando e integrando a rede médica pública de cuidados de saúde, através da cooperação estreita com o Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas, a fim de elevar a eficiência operacional e satisfazer as necessidades dos serviços clínicos de longo prazo da sociedade de Macau”.

      Em simultâneo, o estudo considera que o Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas “preste serviços de urgência e cuidados de saúde especializados, de 24h, semelhantes aos prestados actualmente pelo Posto de Urgência das Ilhas dos Serviços de Saúde”. “Por outro lado, os serviços de oncologia são considerados como projectos prioritários de desenvolvimento, tendo sido feita uma apresentação sobre o futuro desenvolvimento dos serviços especializados em cardiologia, hematologia, acidente vascular cerebral, hemodiálise, entre outros, bem como o planeamento faseado de outros serviços especializados. Relativamente aos restantes hospitais privados, devem continuar a prestar serviços específicos de saúde aos doentes, de acordo com a modalidade de financiamento e de aquisição de serviços por parte do Governo”, pode ler-se ainda no mesmo estudo.

      O relatório de investigação refere ainda que a entrada em funcionamento do Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas “criará uma oportunidade única para o sistema de saúde de Macau, em articulação com vários equipamentos, e técnicas modernas e avançadas, não só permitindo satisfazer cabalmente a procura crescente de serviços por parte da população, como também possibilita elevar o nível dos serviços de especialidade prestados pelo hospital público e, ao mesmo tempo, desenvolver-se a interacção com as instituições médicas privadas, promovendo-se, em conjunto, o desenvolvimento da indústria da saúde e do turismo de saúde”.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau