Edição do dia

Quarta-feira, 19 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva fraca
30.9 ° C
32.9 °
30.9 °
84 %
5.1kmh
40 %
Qua
31 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °
Dom
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaHo Ion Sang apela ao estreitamento das relações entre Macau e Portugal

      Ho Ion Sang apela ao estreitamento das relações entre Macau e Portugal

      A propósito da visita do Chefe do Executivo a Portugal, Ho Ion Sang pede uma aproximação entre os dois territórios. O deputado sugere que se estreitem laços quer através do intercâmbio económico e comercial, quer através da promoção da língua portuguesa.

       

      O deputado Ho Ion Sang diz que a visita do Chefe do Executivo a Portugal realça a “profunda amizade” entre os dois territórios. Por isso, num comunicado enviado ontem às redacções, pede que se estreitem os laços, através do intercâmbio económico e comercial, levando à “diversificação económica adequada”.

      “Através do intercâmbio económico e comercial directo entre os empresários de ambas as partes, será possível melhorar o conhecimento sobre o comércio e sobre as actividades comerciais de cada uma delas, especialmente na área da inovação e da tecnologia, que tem um grande potencial de investimento e desenvolvimento”, afirmou o deputado eleito pela via indirecta e membro do Comité Nacional da 14.ª Conferência Consultiva Política do Povo Chinês. Ho Ion Sang disse esperar que sejam promovidos mais acordos comerciais para ajudar a indústria de inovação e tecnologia na região a “amadurecer”.

      O deputado exortou as autoridades a “promoverem activamente e alavancarem as funções e a influência da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa para se estabelecer um sistema de cooperação económica e comercial estável e de longo prazo e para expandir os benefícios sociais”.

      Por outro lado, Ho Ion Sang disse que, “dado o papel fundamental de Macau como ponte no comércio sino-português”, seria possível “capitalizar as vantagens de Macau” no comércio de exportação e facilitar o desenvolvimento a longo prazo das indústrias logísticas e portuárias de Macau, “atraindo investidores do interior da China para participarem em actividades económicas, comerciais e de investimento através de Macau e criando sinergias entre Macau e as indústrias das regiões costeiras orientais, como Guangdong”.

      Ho Ion Sang falou também sobre o ensino da língua portuguesa, sugerindo que as autoridades invistam mais em professores de português, bem como numa maior oferta de cursos, “de modo a formar mais talentos de língua portuguesa”. “Poderiam ser oferecidos diferentes cursos de língua portuguesa para diferentes grupos etários, o que poderia ser utilizado para promover a cultura portuguesa e o intercâmbio cultural”, propôs.

      O deputado dá até o exemplo do São Martinho: “Esta festa pode reforçar a amizade e a compreensão entre os dois povos, para além de trazer benefícios turísticos”. “Mais grupos e sectores artísticos e culturais poderiam envolver-se na organização de festas, exposições e eventos singulares e grandiosos, podendo ser alargados a festivais de turismo para benefício tanto dos residentes como dos visitantes”.