Edição do dia

Terça-feira, 7 de Fevereiro, 2023
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
17.9 ° C
19.9 °
17.9 °
94 %
1kmh
40 %
Seg
20 °
Ter
22 °
Qua
19 °
Qui
20 °
Sex
20 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Chefe do Executivo esperançado num novo cenário de desenvolvimento de Macau no...

      Chefe do Executivo esperançado num novo cenário de desenvolvimento de Macau no Ano do Coelho

      Por ocasião da celebração do Ano Novo Chinês, o Chefe do Executivo manifestou votos de vitalidade e prosperidade ao território e sublinhou estar confiante no avanço e desenvolvimento de Macau. Ho Iat Seng, na sua mensagem festiva, afirmou que a região vai conseguir superar os desafios relativos à pandemia e recessão económica, tendo em conta a retoma de circulação normal entre Macau e o interior da China, e a concretização dos novos planos de investimentos por parte das operadoras de jogo.

      O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, mostrou-se confiante de que Macau vai entrar numa nova fase de desenvolvimento e vai “superar definitivamente todas as adversidades” na entrada do Novo Ano Lunar do Coelho, com a “dissipação gradual da névoa da pandemia” e factores favoráveis a um avanço estável da região.

      Numa mensagem do Ano Novo Chinês, Ho Iat Seng, ao manifestar saudações festivas aos residentes, assinalou que estão a surgir “múltiplos factores positivos” que vão dar um forte impulso ao desenvolvimento de Macau, sobretudo a concretização progressiva dos novos planos de investimento e desenvolvimento das empresas concessionárias de exploração de jogos, que acabaram de renovar a atribuição de licença de operação no ano passado, bem como a implementação das diversas políticas e medidas do Governo Central como apoio do desenvolvimento do território.

      O líder de Macau salientou ainda que o ano passado foi um ano de desafios devido à volatilidade da pandemia e ao abrandamento da economia. No entanto, “com forte apoio e afecto do Governo Central, o Governo da RAEM coordenou eficazmente as acções de prevenção e controlo da pandemia com as de recuperação económica. Todos os residentes e sectores sociais, unidos, ajudaram-se mutuamente, superando o grande choque da pandemia”, afirmou.

      O lançamento de trabalhos da revisão da Lei relativa à defesa da segurança do Estado, a conclusão da revisão da lei relativa à actividade de exploração de jogos de fortuna ou azar em casino, a realização do novo concurso público para a atribuição de concessões para a exploração de jogos, e os resultados faseados obtidos no desenvolvimento da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin são as iniciativas sobre as quais Ho Iat Seng fez um balanço positivo aos trabalhos do ano passado, sendo que a conjuntura socioeconómica de Macau tem-se mantido estável.

      “A persistência é a chave do sucesso. Perspectiva-se para o novo ano a dissipação gradual da névoa da pandemia”, disse o Chefe do Executivo, recordando que o Governo Central ajustou recentemente a sua política antiepidémica, sendo assim retomada a normalização da deslocação de pessoas entre Macau e o interior da China, fazendo com que o Governo esteja optimista quanto ao retorno à normalidade na sociedade e no desenvolvimento local pós-pandemia.

      Na recepção de bênção do Ano Novo, Ho Iat Seng garantiu que a equipa executiva da região vai persistir numa governação sólida e estável e empenhar-se na recuperação económica. Entre as metas estabelecidas, o Governo vai acelerar a diversificação adequada da economia, consolidar a construção da Zona de Cooperação Aprofundada em Hengqin, melhorar as condições de vida dos residentes, avançar a reforma da Administração Pública e reforçar a defesa da segurança nacional.

      “Procuraremos, igualmente, resolver os conflitos e problemas profundamente arreigados no desenvolvimento económico e social, e iremos tirar pleno proveito das nossas próprias vantagens e características com vista a uma melhor integração de Macau na conjuntura do desenvolvimento nacional e à criação de uma nova conjuntura para a prática de ‘Um País, dois sistemas’ com características de Macau”, destacou.

      Por outro lado, Ho Iat Seng espera que os residentes, enquanto celebram o Ano Novo Lunar, mantenham “os cuidados de protecção individual”, frisando que o Governo vai também optimizar continuamente as medidas sobre a pandemia.

       

      DESAFIOS PARA ÉPOCAS BAIXAS DO TURISMO

      Durante os feriados do Ano Novo Chinês, o Chefe do Executivo, juntamente com a mulher, deslocou-se à comunidade para visitar a feira de flores na Praça do Tap Seac, as zonas de queima de panchões e a Zona Central. À margem das visitas, Ho Iat Seng voltou a apontar que Macau começou a emergir da névoa da epidemia e o número de turistas dos últimos dias continua a subir de forma acentuada.

      “Embora haja ainda uma diferença em relação a 2019, antes da pandemia, a situação tem vindo a melhorar e esperamos que o mercado local continue a prosperar além de festivais relevantes, incluindo em épocas mais tranquilas do turismo, sendo este o próximo desafio para Macau, que necessita de um melhor e maior empenho conjunto do Governo e todos os sectores da sociedade”, frisou.

      Ho Iat Seng, de acordo com uma nota de imprensa do Gabinete de Comunicação Social, deu atenção, durante as visitas, à situação da protecção do património arquitectónico e cultural nos bairros antigos, e ao lançamento do projecto piloto para área pedonal de “Passeando pela Almeida Ribeiro”. O governante adiantou que vai aproveitar as experiências desses eventos no âmbito de revitalizar os bairros antigos e reforçar os recursos turísticos de Macau.

      As autoridades estão também a manter contactos com o Governo Central para discutir a retoma das excursões turísticas para Macau, acreditando que, com a estabilidade da situação epidémica no Continente, esteja para breve a implementação das excursões.

      “Devido aos feriados do ano novo lunar, a taxa de reserva de quartos de hotel em Macau antes do décimo quinto dia lunar é elevada, por isso, em termos de preços de alojamento em hotéis, não é o momento mais adequado para promover viagens de excursões”, observou o Chefe do Executivo, indicando que o ligeiro adiamento das excursões poderá contribuir melhor para a transição entre o pico que se vive agora e uma altura mais tranquila no sector de turismo

       

      MNE destaca vantagem de cooperação internacional de Macau

      Liu Xianfa, Comissário do Ministério dos Negócios Estrangeiros da RPC na RAEM, garante que está repleto de confiança no “futuro brilhante da prosperidade e desenvolvimento de Macau”, salientando, na mensagem do Ano Novo Lunar, que Macau possui a garantia fundamental de ‘Um País, Dois Sistemas’ e a vantagem significativa de contacto estrangeiro e trocas e cooperação internacionais. O Comissário aplaudiu a função da RAEM como um vínculo de ponte entre a China e os países lusófonos e do sudeste asiático, que se tem tornado mais proeminente, havendo cada vez mais estrangeiros, sobretudo falantes de língua portuguesa, a virem estudar, viver e investir em Macau e na Zona de Cooperação Aprofundada em Hengqin.

       

      Reapareceu esperança de desenvolvimento em Macau, diz Gabinete de Ligação

      Na mensagem do Ano Novo Chinês do Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau, o director do Gabinete enalteceu que Macau já ultrapassou as dificuldades da pandemia e reapareceu a esperança de desenvolvimento. Recordando que o Presidente Xi Jinping dirigiu cumprimentos aos residentes de Macau no discurso do Ano Novo Lunar e elogiou que “Macau continuou a manter a prosperidade e estabilidade” no ano passado, Zheng Xincong enfatizou que o Governo Central e o Presidente Xi “atribuem grande importância e afecto a Macau”.