Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
4.6kmh
40 %
Dom
28 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCultura“Prémio Instituto Cultural” do Concurso para Jovens Músicos foi atribuído a Ieong...

      “Prémio Instituto Cultural” do Concurso para Jovens Músicos foi atribuído a Ieong Hou

      O 40.º Concurso para Jovens Músicos de Macau, organizado pelo Instituto Cultural (IC), foi concluído com sucesso com a atribuição do “Prémio Instituto Cultural” a Ieong Hou, anunciou ontem a organização, em nota de imprensa.

      A vencedora desta edição tem 17 anos e é aluna do 3.º ano do ensino secundário complementar de Macau. A sua relação com a música começou aos seis anos, quando ficou profundamente fascinada com os ritmos empolgantes e o estilo inconstante da música de percussão chinesa. Um ano depois, começou a aprender música de percussão étnica com Li Chang, e depois aprendeu também música de percussão ocidental com Lily Hoi e Zhang Jun. Ieong Hou tem participado activamente nas diferentes actuações da orquestra filarmónica da sua escola, da Orquestra Sinfónica Jovem de Macau e da Escola de Música do Conservatório de Macau, tendo obtido vários prémios nos diversos concursos de música em que participou.

      De acordo com os comentários do júri, a prestação de Ieong Hou na Grande Final Especial “foi muito cativante, revelando plenamente uma solidez ao nível da técnica fundamental e um óptimo sentido musical”. Nesta edição, além de conquistar o “Prémio Instituto Cultural”, Ioeng Hou obteve igualmente o primeiro lugar na prova de percussão (categoria do nível avançado) e na prova de percussão chinesa a solo (categoria do nível avançado).

      A 40.ª edição do Concurso para Jovens Músicos de Macau registou mais de 1.000 candidaturas, um número que corresponde a um aumento de cerca de 60%, em comparação com o total de participações nas categorias de instrumentos chineses e ocidentais da edição anterior. Devido à pandemia de Covid-19, a organização adoptou o modelo de actuações gravadas pelos próprios concorrentes e avaliadas remotamente pelos membros do júri, tendo promovido um total de 73 provas diferentes.

      Nos dias 10 e 11 de Dezembro, a Grande Final Especial foi realizada na Aula Magna da Universidade de Macau. No fim, na categoria do Nível Elementar, o prémio de “Grande Campeão” foi atribuído Chan Harris Tsz Him (Violino); o de “Vice-Campeão” a Fan Io Meng (Saxofone); e o de “Segundo Vice-Campeão” a Wong Lai Hin (Yangqin). Já na categoria do Nível Intermédio, o prémio de “Grande Campeão” foi atribuído a Kong Wai Ka Ashley (Guzheng); o de “Vice-Campeão” a Lao Mei Wai (Saxofone); e o de “Segundo Vice-Campeão” a Ho Nok Hin Issac (Violoncelo). Na categoria do Nível Avançado, para além dos prémios atribuídos a Ieong Hou, o de “Vice-Campeão” foi entregue a Cheng Son Him (Fagote) e o de “Segundo Vice-Campeão” a Lao Ut Long (Tuba). O “Prémio de Melhor Actuação para Agrupamento” foi atribuído a Si Tou Pui Ieng, Kong Wai Kio Kristen e Chan Pui Hei (música de câmara para instrumentos de corda).

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau