Edição do dia

Terça-feira, 25 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
34.3 ° C
34.3 °
34.3 °
77 %
6.1kmh
90 %
Ter
34 °
Qua
30 °
Qui
30 °
Sex
30 °
Sáb
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaGabinete de Ligação e MNE da China esperam mais cooperação entre Macau,...

      Gabinete de Ligação e MNE da China esperam mais cooperação entre Macau, países lusófonos e Hengqin

      O Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) da República Popular da China em Macau e o Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau estão confiantes no desenvolvimento económico e social do território durante este ano. Na sua mensagem de ano novo, o Comissário do MNE, Liu Xianfa disse esperar mais intercâmbios com os países de língua portuguesa, enquanto o director do Gabinete de Ligação, Zheng Xincong, quer que Macau aproveite as oportunidades de Hengqin e da Grande Baía.

      Ao felicitar a chegada do ano novo, o Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China em Macau (MNE) e o Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau disseram esperar uma nova jornada no desenvolvimento socioeconómico do território, com aproveitamento do progresso da Grande Baía e da cooperação com os países lusófonos.

      Liu Xianfa, Comissário do MNE da China na RAEM, sublinhou que o ano de 2023 vai trazer “novas oportunidades para a diplomacia relacionada com Macau”, tendo em conta que este ano vai marcar o 30.º aniversário da promulgação da Lei Básica, bem como o 20.º aniversário do estabelecimento do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

      “O MNE vai seguir o pensamento de Xi Jinping e aproveitar ao máximo as vantagens únicas de Macau, apoiando melhor a região na expansão e aprimoramento das funções de ‘Um Centro, Uma Plataforma e Uma Base’. Irá aprofundar intercâmbios e cooperações mais abertos e próximos de todos os países, especialmente com os países lusófonos e os países do Sudeste Asiático, para promover o desenvolvimento da diversificação económica da RAEM”, afirmou Liu Xianfa na sua mensagem de Ano Novo.

      O responsável garantiu ainda que o organismo vai desempenhar com seriedade “as funções contra a interferência externa e infiltração” e salvaguardar a segurança nacional. Assinalando a implementação do princípio “Um País Dois Sistemas”, o Comissário disse acreditar que, com a liderança do Chefe do Executivo Ho Iat Seng, Macau vai acolher “um futuro ainda mais brilhante” com prosperidade e estabilidade a longo prazo.

      Liu Xianfa lembrou que foi introduzido no ano passado a política de emissão de vistos que facilita a entrada dos residentes estrangeiros em Macau para Hengqin, o que “melhora a qualidade dos serviços consulares”. Recorde-se que o MNE anunciou no final de Agosto o lançamento das medidas que permitem a emissão de um visto de múltiplas entradas à Zona de Cooperação Aprofundada para estrangeiros residentes permanentes, com validade de cinco anos.

      Idêntica à do Comissário do MNE, a mensagem deixada pelo director do Gabinete de Ligação do Governo Central na RAEM evocou “a realização bem-sucedida do 20.º Congresso Nacional” do Partido Comunista da China, que marcou a entrada aos novos cenários do desenvolvimento nacional.

      Zheng Xincong destacou que 2022 foi um ano extraordinário para Macau com desafios desde a pandemia, optimização do sistema jurídico para a defesa da segurança nacional; conclusão da revisão da lei de jogo e uma nova concessão de licenças de jogo; ultrapassar as dificuldades relativas à diminuição substancial das receitas e mantém as despesas para o bem-estar dos residentes; e consolidou a base política do patriotismo”.

      O responsável deu ênfase ainda à viagem do Chefe do Executivo a Pequim em missão oficial para apresentar o balanço do trabalho, durante o qual Xi Jinping “reconheceu plenamente” o trabalho promovido pelo Chefe do Executivo e o Governo da RAEM.

      Nesse sentido, Zheng Xincong espera que Macau “agarre firmemente as oportunidades de Hengqin e da Grande Baía”, implemente simultaneamente de forma rigorosa a nova lei de jogo e fortaleça a supervisão da escala da indústria do jogo.

      “Vamos coordenar melhor a prevenção e controlo da epidemia e o desenvolvimento socioeconómico, continuando a ajustar as medidas relativas à pandemia de acordo com a situação prática, mantendo a estabilidade social”, salientou o director do Gabinete.