Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioGrande ChinaXi Jinping confronta Trudeau no G20 sobre queixa do Canadá de interferência...

      Xi Jinping confronta Trudeau no G20 sobre queixa do Canadá de interferência chinesa

      O Presidente da China, Xi Jinping, confrontou ontem o primeiro-ministro da Canadá, Justin Trudeau, na cimeira do G20, por divulgar detalhes de uma reunião anterior onde o governante canadiano manifestou preocupação com a interferência chinesa em assuntos internos.

      Xi Jinping e Justin Trudeau tiveram um breve encontro na Indonésia, captada pelos órgãos de comunicação social. Uma câmara de televisão estava atrás de um intérprete chinês, à vista, enquanto os dois falavam, noticiou a agência Associated Press (AP).

      “Tudo o que discutimos foi passado para os jornais, isso não é apropriado. E não foi assim… a forma como a conversa foi conduzida, se houver sinceridade da sua parte”, referiu Xi a Trudeau, através do intérprete. “No Canadá, acreditamos no diálogo livre, aberto e franco e é isso que continuaremos a ter. Continuaremos a procurar trabalhar juntos de forma construtiva, mas haverá coisas em que discordaremos”, retorquiu o primeiro-ministro canadiano.

      Xi olhou à volta enquanto Trudeau respondia. “Vamos criar as condições primeiro”, respondeu o líder chinês através do intérprete. Os dois apertaram as mãos após o breve encontro.

      Trudeau falou pela primeira vez com Xi no G20 na terça-feira, com um alto funcionário do Governo canadiano a referir que os dois líderes falaram sobre a invasão russa da Ucrânia, a Coreia do Norte e as alterações climáticas.De acordo com a mesma fonte, que não se identificou, Trudeau também levantou “sérias preocupações sobre atividades de interferência [chinesa] no Canadá”.

      Questionado posteriormente em conferência de imprensa, Trudeau lembrou que “nem todas as conversas serão sempre fáceis”, mas referiu que é “extremamente importante continuar a defender as coisas que são importantes para os canadianos”. Também a ministra dos Negócios Estrangeiros canadiana, Mélanie Joly, divulgou que discutiu a interferência chinesa com a sua homóloga da China no G20. Joly apontou na semana passada que a China é uma potência global cada vez mais disruptiva e alertou as empresas contra o aprofundamento de seus laços, alertando para “riscos geopolíticos”. A polícia canadiana acusou na segunda-feira de espionagem um funcionário da Hydro-Québec, por supostamente enviar segredos comerciais para a China.

      Os laços entre Pequim e Otava começaram a degradar-se depois das autoridades canadianas terem detido um alto executivo da gigante de tecnologia chinesa Huawei, acusado de fraude pelos EUA. A China prendeu dois canadianos logo depois da detenção de Meng Wanzhou, diretora financeira da Huawei Technologies e filha do fundador da empresa, em um pedido de extradição dos EUA. Os dois canadianos voltaram ao seu país no ano passado, no mesmo dia em que Meng regressou à China depois de chegar a um acordo com as autoridades norte-americanas no seu processo.

      O Canadá proibiu as operadoras móveis de instalar equipamentos Huawei nas suas redes 5G de alta velocidade, juntando-se a aliados no boicote à empresa que tem ligações estreitas com o Partido Comunista e a sua ala militar, o Exército de Libertação do Povo.

      Guy Saint-Jacques, ex-embaixador canadiano na China, defendeu que Xi repreendeu Trudeau propositalmente em frente às câmaras, para enviar uma mensagem ao primeiro-ministro canadiano de que o Canadá não ditará os termos do relacionamento. O diplomata também observou que a tradução de Xi foi interrompida por Trudeau e que Xi parecia irritado com isso. “É muito incomum ver Xi Jinping a envolver-se neste tipo de exercício público para criticar alguém”, acrescentou Saint-Jacques. Lusa

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau