Edição do dia

Domingo, 21 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
chuva moderada
25.9 ° C
26.9 °
25.9 °
94 %
5.7kmh
40 %
Dom
25 °
Seg
25 °
Ter
25 °
Qua
25 °
Qui
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaReceitas do sector das comunicações subiram 25,3% no ano passado

      Receitas do sector das comunicações subiram 25,3% no ano passado

      A Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC) divulgou ontem os resultados do inquérito ao sector dos transportes, armazenagem e comunicações referente a 2021, que mostram que as receitas do sector das comunicações foram, no ano passado, de 8,13 mil milhões de patacas, subindo 25,3%, em termos homólogos. A DSEC justifica o aumento com a venda de equipamentos de telecomunicações, nomeadamente, de telemóveis inteligentes.

      Já as despesas foram de 5,80 mil milhões de patacas e subiram 38,4%, face a 2020, destacando-se que as despesas em compras de bens/serviços e comissões e as despesas de exploração aumentaram 64,3% e 16,6%, respectivamente. Contudo, as despesas com pessoal desceram 0,6%, em termos anuais.

      No que toca ao sector dos transportes e armazenagem, em 2021 havia 3.286 estabelecimentos, menos 101, em termos anuais. O pessoal ao serviço abrangia 17.987 indivíduos, menos 1.370, em termos homólogos. As receitas destes estabelecimentos atingiram 10,94 mil milhões de patacas, crescendo 4,6%, em termos anuais, em virtude do aumento da procura de transportes aéreos de passageiros e mercadorias. Salienta-se que as receitas provenientes dos serviços do transporte de passageiros e dos serviços do transporte de mercadorias aumentaram 11,4% e 16,6%, respectivamente. As despesas situaram-se em 11,09 mil milhões de patacas, descendo 3,1%, em termos anuais.

      Já as receitas dos estabelecimentos de transportes aéreos foram de 1,73 mil milhões de patacas, crescendo 53,5% em termos anuais. As receitas dos estabelecimentos de transportes terrestres (4,28 mil milhões de patacas) e o excedente bruto (291 milhões de patacas) desceram 7,2% e 57,8%, respectivamente, em termos anuais. As receitas dos transportes marítimos (335 milhões de patacas) baixaram 25,6%, em termos homólogos e o excedente bruto registou um défice, passando de -437 milhões de patacas em 2020 para -244 milhões de patacas em 2021.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau