Edição do dia

Sexta-feira, 19 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.8 ° C
27.9 °
26.5 °
89 %
8.8kmh
40 %
Sex
28 °
Sáb
28 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
26 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioEconomiaFeira de produtos de marca da província de Guangdong e Macau encerrou...

      Feira de produtos de marca da província de Guangdong e Macau encerrou “com sucesso”

      O certame reuniu mais de 350 empresas, que exibiram e venderam no local produtos de qualidade de Guangdong, de Macau e dos países abrangidos pela iniciativa Uma Faixa, Uma Rota. Foram organizadas mais de 140 sessões de bolsas de contactos físicas e virtuais, revelou a organização. Número de expositores oriundos da Grande Baía aumentou quase 50% em relação à edição anterior.

      A edição deste ano da Feira de Produtos de Marca da Província de Guangdong e Macau (GMBPF, na sigla inglesa), co-organizada pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e pelo Departamento do Comércio da Província de Guangdong, encerrou “com sucesso”, revelou ontem o IPIM em nota de imprensa.

      O evento reuniu mais de 350 empresas, que exibiram e venderam no local produtos de qualidade de Guangdong, de Macau e dos países abrangidos pela iniciativa Uma Faixa, Uma Rota. De acordo com a organização, “foram organizadas mais de 140 sessões de bolsas de contactos físicas e virtuais”. “Ao longo dos três dias, a transmissão ao vivo e a respectiva reprodução receberam mais de um milhão de visualizações. As empresas expositoras ficaram satisfeitas com os resultados alcançados. Entre elas, as empresas locais de Macau afirmaram que a venda foi bastante satisfatória, traduzida na reposição de mercadorias por várias vezes durante os três dias da exposição, pelo que, segundo as mesmas, a plataforma de convenções e exposições foi propícia à expansão da clientela e à procura de oportunidades de negócio”, pode ler-se na mesma nota divulgada pelo IPIM.

      Os produtos de marca foram expostos por duas vias paralelas. No recinto físico de exposição de nove mil metros quadrados montaram-se mais de 400 stands, dos quais mais de 180 eram dedicados às PME de Macau e quase 130 eram stands para as quatro principais indústrias. Além disso, 118 expositores oriundos de nove cidades na Grande Baía participaram na feira, representando um aumento de quase 50% em relação à edição anterior. Cerca de 1.500 produtos foram expostos nas salas de exposição online e o website do evento registou mais de 70 mil visitas.

      A GMBPF incluiu, pela primeira vez, uma venda ao vivo a partir das origens de produção dos “alimentos preparados”, subordinada ao tema “Duplo 11”. “Foram realizadas oito sessões de vendas por transmissão ao vivo, através de plataformas de comércio electrónico locais, antes e durante o evento, e como resultado foram promovidos, no total, mais de cem produtos, o que impulsionou o consumo de forma virtual e física. Ao mesmo tempo, durante a Feira, seis apresentadores e influenciadores de Guangdong e de Macau foram coordenados para realizarem um total de mais de 50 horas de divulgação ao vivo através de transmissão e visita, atraindo a participação de mais de 160 empresas”, referiu ainda o IPIM, que acrescentou que os expositores “reconheceram que as acções virtuais e físicas paralelas eram favoráveis ao alargamento dos canais de vendas das marcas, pelo que ficaram satisfeitos com as suas vendas”.

      No que diz respeito às visitas guiadas para empresas de Guangdong e Macau realizadas no dia 11 de Novembro, foram coordenados cerca de 50 representantes de empresas de Guangdong e Macau nas indústrias de restauração, comércio de alimentos e plataformas de comércio electrónico para participarem na iniciativa, em que os mesmos tiveram contacto e diálogo com os expositores oriundos da Província de Guangdong, de Macau e dos países abrangidos pela Iniciativa Uma Faixa, Uma Rota. Segundo os representantes participantes, citados pelo IPIM, esta visita “aprofundou o conhecimento mútuo entre as empresas de marca de diferentes regiões, proporcionando inspirações para o futuro modelo de desenvolvimento e cooperação entre as marcas”.