Edição do dia

Segunda-feira, 24 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
28.1 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
5.1kmh
40 %
Dom
28 °
Seg
29 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaADM organiza último chá gordo do ano

      ADM organiza último chá gordo do ano

      A Associação dos Macaenses (ADM) organiza no próximo dia 26 de Novembro, sábado, pelas 17h30, na sua sede situada na Rua do Campo, a terceira e última mostra de Chá Gordo deste ano, anunciou ontem a entidade em nota de imprensa.

      A mostra terá como tema o Natal, permitindo aos participantes experimentar não só a verdadeira consoada macaense, mas também o jantar típico do dia de Natal, um dos mais importantes dias celebrados pelas famílias macaenses. Assim, serão cerca de 40 os pratos tradicionais preparados pelos chefs Marina de Senna Fernandes, Armando Sales Richie, Florita Alves, Gito de Jesus, Joyce Barros, Ivone Nogueira, Mena Pacheco Silva, Mário Novo, Paula Borges, Ivone de Senna Fernandes e Wilma Marques.

      O menu oferece ainda pratos típicos de um chá gordo natalício, como são o tacho, o presunto China e a alua. Com a sopa lacassá, marisco e peixe, a organização abre a ceia, representando a consoada típica. Segue-se depois o jantar de Natal, com pratos conhecidos como o peru e o lombo assado, a perna de carneiro e o bacalhau, mas também os tradicionais ade cabidela, o caril de badana e o diabo, que embora seja um guisado que, em rigor, era servido uma semana após as festas, com base nas sobras das refeições festivas anteriores, nesta mostra será também servido tendo em conta essa tradição.

      Refere ainda a ADM na mesma nota de imprensa que, nesta mostra, “todos podem verificar não só a influência portuguesa na ceia de Natal, como também a inglesa, devido à comunidade macaense em Xangai e Hong Kong, especialmente nas sobremesas”.

      As inscrições estão abertas, mas os lugares são limitados, sublinha a ADM. Os bilhetes custam entre 280 e 330 patacas para adultos e 150 patacas para crianças dos 3 aos 11 anos.

      O chá gordo é uma tradição macaense centenária que acontecia principalmente nas casas típicas das antigas famílias macaenses, normalmente para celebrar feriados católicos, como a Páscoa e o Natal, mas também datas comemorativas como casamentos, aniversários e baptizados. Popularizou-se por ser uma refeição volante, onde as pessoas se movimentavam num ambiente descontraído.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau