Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
4.6kmh
40 %
Dom
28 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioÁsiaCoreia do Norte lança míssil balístico em direcção ao Mar do Japão

      Coreia do Norte lança míssil balístico em direcção ao Mar do Japão

      A Coreia do Norte lançou ontem um míssil balístico em direção ao Mar do Japão, depois de ter disparado mais de 30 projécteis na semana passada.

      Num comunicado, o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul (JCS) disse que Pyongyang disparou um “míssil balístico de tipo desconhecido no Mar Oriental”, nome dado ao Mar do Japão nas duas Coreias. Por sua vez, a guarda costeira japonesa informou que o míssil atingiu a água, fora da sua zona económica exclusiva (ZEE).

      Já uma fonte do governo japonês, citada pela agência de notícias nipónica Kyodo, notou que o lançamento não causou quaisquer danos.

      O regime de Pyongyang disparou pelo menos 33 mísseis de vários tipos entre 2 e 5 de Novembro, em resposta a manobras aéreas de Seul e Washington, as maiores do género dos dois aliados nos últimos cinco anos.

      Os lançamentos levaram a que militares dos EUA e da Coreia do Sul prolongassem os exercícios por mais um dia e enviassem no sábado, pela primeira vez em cinco anos, dois bombardeiros B-1 para a península coreana.

      A tensão na península coreana está a atingir níveis sem precedentes face aos repetidos testes de armas norte-coreanos, às manobras aliadas e à possibilidade de que, como indicado pelos satélites, o regime de Kim Jong-un esteja pronto para conduzir o primeiro teste nuclear desde 2017.

      A Coreia do Norte sempre encarou as manobras militares EUA-Coreia do Sul como ensaios para uma invasão ou para derrubar o regime de Kim Jong-un.As duas Coreias continuam tecnicamente em guerra, uma vez que o conflito de 1950-53 terminou com a assinatura de um armistício e não de um tratado de paz.

       

      Coreia do Sul afirma que Pyongyang disparou míssil semelhante ao russo S-20

      O Governo da Coreia do Sul disse ontem ter recuperado os fragmentos de um míssil norte-coreano lançado há uma semana, cuja análise mostrou um projéctil semelhante ao S-200 russo, usado recentemente na Ucrânia. A marinha sul-coreana encontrou, no domingo, um fragmento do míssil de três metros de comprimento e dois metros de largura nas águas da Zona Económica Especial do Sul (ZEE), no mar do Japão (conhecido como mar Oriental nas duas Coreias).

      Os destroços analisados “mostraram tratar-se de um míssil norte-coreano SA-5 [designação da NATO para o S-200] em termos do aspeto e características”, indicou o Ministério da Defesa da Coreia do Sul, numa declaração.

      O S-200 ou SA-5 é um míssil terra-ar de longo alcance que “a Rússia utilizou recentemente como míssil terra-ar na guerra na Ucrânia”, observaram os militares sul-coreanos. Na terça-feira, o Ministério da Defesa da Coreia do Norte negou as acusações dos Estados Unidos de que Pyongyang está a fornecer munições de artilharia à Rússia para a guerra na Ucrânia.

      Na semana passada, o porta-voz do Conselho de Segurança da Casa Branca, John Kirby, acusou a Coreia do Norte de estar a enviar um “número significativo” daquelas munições para a Rússia “de forma encoberta”, “tentando fazer parecer que estavam a ser enviadas para o Médio Oriente ou África”. No dia 2 deste mês, Seul detetou o lançamento do que identificou como três mísseis balísticos de curto alcance, a partir da costa oriental, tendo um deles caído no mar, a apenas 57 quilómetros a leste da cidade costeira sul-coreana de Sokcho.

      Foi a primeira vez, desde a divisão da península, que um míssil norte-coreano atravessou a Linha Limite Norte, que divide as águas dos dois vizinhos, para cair nas águas da ZEE sul-coreana. Este míssil foi apenas um dos cerca de 30 que a Coreia do Norte disparou entre quarta-feira e sábado, em resposta a grandes manobras aéreas conduzidas pela Coreia do Sul e pelos EUA.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau