Edição do dia

Sexta-feira, 19 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
28.3 ° C
28.9 °
26.5 °
79 %
9.3kmh
40 %
Sex
28 °
Sáb
28 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
26 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioPolíticaChefe do Executivo quer escolas a divulgar mensagem do 20.º Congresso Nacional...

      Chefe do Executivo quer escolas a divulgar mensagem do 20.º Congresso Nacional do PCC

      Ho Iat Seng encontrou-se com a nova direcção da Associação de Educação de Macau e, na reunião, disse esperar que as escolas divulguem o “espírito”  do 20.º Congresso Nacional do Partido Comunista da China (PCC).

      O Chefe do Executivo quer que as escolas divulguem o conteúdo do 20.º Congresso Nacional do Partido Comunista da China (PCC) junto dos estudantes. A mensagem foi deixada num encontro entre Ho Iat Seng e a nova direcção da Associação da Educação de Macau.

      “O Chefe do Executivo espera que as escolas e os grupos da Associação da Educação de Macau possam reforçar a divulgação do espírito do 20.º Congresso Nacional do Partido Comunista da China e impulsionar a aprendizagem aprofundada dos estudantes”, lê-se no comunicado divulgado pelo Governo após o encontro com Chan Hong, directora-geralda associação.

      Ho Iat Seng congratulou Chan Hong, que foi no mês passado reeleita para mais um mandato enquanto presidente da Associação de Educação de Macau. Cheang Hong Kuong e Kou Kam Fai foram eleitos para os cargos de director e presidente do Conselho Fiscal da Associação de Educação, respectivamente.  Chan Hong, recorde-se, foi deputada nomeada à Assembleia Legislativa (AL) até ao ano passado. Kou Kam Fai é actualmente um dos deputados nomeados pelo Chefe do Executivo.

      Chan Hong é também vice-directora da escola Hou Kong, que no Verão de 2021 realizou uma visita de estudo a Xi’an, numa altura em que se registavam casos de Covid-19 na região. Na altura, a visita de estudo envolveu 30 estudantes e, no regresso a Macau, elementos do grupo contactaram com dois casos positivos, originando infecções em Macau.

      Apesar disso, o Chefe do Executivo agradeceu a ChanHong o “apoio prestado pelo sector da educação nos trabalhos antiepidémicos”, e acrescentou que este contributo “permitiu evitar um grande surto nas escolas, salvaguardando a saúde dos estudantes”.

      Ho Iat Seng afirmou, no encontro, que, apesar de o Governo de Macau aplicar o erário público “de forma razoável”, não irão ser reduzidos os recursos na educação. O governante apontou que a fusão dos serviços funcionais do ensino superior e do ensino básico tem como objectivo reforçar a organização de ambas as partes. “O Governo da RAEM incentiva a partilha de recursos, no sentido de desenvolver ainda mais as vantagens e os equipamentos do centro de ciência de Macau, de modo apoiar as escolas no desencadeamento de projectos na área da tecnologia”, lê-se no comunicado.

      O Chefe do Executivo assegurou também que espera que a associação possa “incentivar os estudantes do ensino secundário a visitarem os recursos disponíveis na área de investigação universitária e os respectivos resultados, de modo a abrir os seus horizontes e dar a conhecer as necessidades do futuro desenvolvimento do país e de Macau”.

      Chan Hong agradeceu ao Governo o “imenso trabalho desenvolvido em prol do combate à pandemia”. A directora-geral da associação disse que “o Governo da RAEM atribui alta importância ao ensino, tendo promovido, nos últimos anos, a fusão dos serviços funcionais do ensino superior e do ensino básico, integrado nos recursos educacionais”. Por fim, ChanHong lembrou ainda que “o Centro de Ciência de Macau disponibilizou às escolas uma plataforma de recursos educacionais, o que contribui para a formação de quadros qualificados na área da informação, ciência e tecnologia e inovação, promovida pelo Governo”.