Edição do dia

Sábado, 20 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
trovoada com chuva
26.9 ° C
26.9 °
24.9 °
89 %
2.1kmh
40 %
Sáb
27 °
Dom
27 °
Seg
24 °
Ter
24 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadePJ recebeu quase 150 casos de burla informática nos primeiros nove meses

      PJ recebeu quase 150 casos de burla informática nos primeiros nove meses

      Entre Janeiro e Setembro do corrente ano, a Polícia Judiciária (PJ) recebeu 84 casos de burla telefónica e 62 casos de burla online de investimento, envolvendo um prejuízo de 35,7 milhões de patacas e 37,9 milhões de patacas, respectivamente.

      O director da PJ, Sit Chong Meng, admitiu ontem à margem de um evento que se verifica uma tendência crescente de casos de fraude informática praticados por via telefónica e da internet. Citado pela Rádio Macau em língua chinesa, o responsável apontou que o trabalho de investigação está mais complicado hoje em dia, comparando com o passado, devido ao envolvimento de redes criminosas transfronteiriças, incluindo dos países do Sudeste Asiático, África e da América do Sul. Desse modo, as autoridades policiais lançaram várias disposições para o combate a este tipo de crimes.

      De acordo com Sit Chong Meng, a PJ tem cooperado com a Interpol e as autoridades policiais do interior da China para troca e recolha de informações relevantes a grupos criminosos. Após vários meses de análise, o organismo concluiu uma lista de contas bancárias suspeitas de serem utilizadas pelas redes de burla, com localização principalmente em países do Sudeste Asiático.

      A polícia já submeteu em Agosto a lista aos bancos em Macau para que os funcionários das instituições bancáriaspossam lembrar de imediato os clientes quando descobrirem que estão a efectuar transferências para essas contas suspeitas, sendo que os bancos vão notificar simultaneamente a polícia. Segundo a PJ, a medida de aviso já foi implementada há dois anos, tendo ajudado a impedir transferências envolvendo 11 milhões de patacas.

      Relativamente a esquemas de tráfico humano que recebem atenção em várias regiões desde Agosto, em que os criminosos oferecem oportunidades de trabalho em casinos no sudeste da Ásia, Sit Chong Meng revelou que as autoridades locais receberam recentemente mais 15 denúncias de potenciais casos deste género. O responsável salientou ainda que registou anteriormente um caso em que um residente terá sido enganado para se deslocar ao Laos com uma promessa de emprego, mas já regressou em segurança ao território no início do mês passado.