Edição do dia

Segunda-feira, 17 de Junho, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
29.9 °
27.9 °
94 %
4.6kmh
40 %
Dom
28 °
Seg
30 °
Ter
30 °
Qua
30 °
Qui
30 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioDesportoZona A dos Novos Aterros reservada para construção de novas instalações desportivas...

      Zona A dos Novos Aterros reservada para construção de novas instalações desportivas  

      Numa altura em que se debate, nomeadamente em consultas públicas e inquéritos de instalações desportivas, o que vai nascer em cada um dos novos aterros de Macau, o Instituto do Desporto revelou que dois lotes na Zona A dos Novos Aterros servirão para a construção de instalações desportivas, nomeadamente de um parque desportivo urbano.

       

      O Lote A9 e Lote B4 da Zona A dos Novos Aterros estão reservados para a construção de instalações desportivas. A garantia foi feita pelo presidente do Instituto do Desporto (ID) em resposta a uma interpelação escrita do deputado da Assembleia Legislativa (AL) Ma Io Fong sobre o desenvolvimento e planeamento do desporto em Macau

      Pun Weng Kun referiu ainda, em resposta ao parlamentar, que, ainda assim, nada é estanque, e, dessa forma, o inquérito de instalações desportivas de Macau de 2022 que já se iniciou “pode actualizar e recolher as informações sobre o número dos espaços desportivos, as dimensões e localizações, por forma a, futuramente, apresentar os fundamentos científicos ao departamento do planeamento de terrenos no âmbito do planeamento das instalações desportivas”.

      O presidente do ID admite que há “um grande aumento da procura das instalações desportivas”, e, por isso, garante, “o ID tem envidado os esforços em proporcionar mais espaços desportivos aos residentes mediante várias maneiras”.

      De igual forma, assume Pun Weng Kun, o ID não se esquece de uma das suas premissas: Desporto para Todos. “Temos organizado muitas actividades de classes de recreação e manutenção, actividades de férias, entre outras, a fim de encorajar várias comunidades tais como os menores, as senhoras, os idosos e as pessoas com deficiência para praticar desporto a longo prazo”, notou o responsável.

      Através dos dados oriundos do inquérito de instalações desportivas, bem como do relatório da avaliação da condição física da população de Macau, conjugando com as actividades diversificadas do Desporto para Todos e a conveniência dos serviços de reserva, “acredito que esses dados possam ser tomados como referência à examinação da eficácia do desenvolvimento do desporto, dando mais oportunidades aos residentes para participar no desporto e criando uma atmosfera de praticar desporto por toda a população em geral”, acrescentou Pun Weng Kun, procurando justificar, perante Ma Io Fong, o que tem sido planeado para o sector.

      Em tempos de pandemia, e com a normalização da prevenção epidémica, garante ainda o presidente do ID, “continua-se a prestar apoio aos atletas para estagiar, preparar e competir fora de Macau, incluindo coordenar e comunicar com o departamento do desporto do interior da China, ajudar os atletas locais das modalidades de wushu, esgrima, badminton, judo, taekwondo, etc. a deslocarem-se ao interior da China para fazer treinos”. “Atletas de karate-do, natação e squash já se deslocaram à Austrália, Geórgia, Estados Unidos da América e Inglaterra para realizar treinos da preparação dos Jogos Asiáticos, a fim de os atletas manterem o entusiasmo da participação do desporto de alto rendimento e poderem alcançar melhores resultados nas provas”, referiu Pun Weng Kun, notando que “através de treinos contínuos ou competições em substituição dos treinos, reduz-se o máximo possível o impacto causado pela epidemia aos atletas e permite-lhes concentrar nos treinos de imediato depois da situação epidémica se ter acalmada”.