Edição do dia

Sábado, 20 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
trovoada com chuva
26.9 ° C
26.9 °
24.9 °
89 %
2.1kmh
40 %
Sáb
27 °
Dom
27 °
Seg
24 °
Ter
24 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeSemana Dourada trouxe média de 26 mil visitantes por dia e ocupação...

      Semana Dourada trouxe média de 26 mil visitantes por dia e ocupação hoteleira superior a 66%

      Entre os dias 1 e 7 de Outubro, entraram em Macau, em média, 26 mil visitantes por dia. Ao longo destes dias da Semana Dourada do Dia Nacional da China, a taxa de ocupação hoteleira foi de 66,7%, segundo dados da Direcção dos Serviços de Turismo (DST). As autoridades dizem que estes dados superaram as expectativas.

       

      As expectativas da Direcção dos Serviços de Turismo (DST) em relação à Semana Dourada do Dia Nacional da China foram superadas. Segundo as autoridades, entre os dias 1 e 7 de Outubro, entraram em Macau uma média de 26 mil visitantes por dia. Já a taxa média de ocupação hoteleira foi de 66,7%.

      Tanto a média dos visitantes como a taxa de ocupação hoteleira registaram uma subida de 30% em comparação com os valores registados durante o mês de Setembro, indicou a DST. O pico da ocupação hoteleira ocorreu no dia 2 de Outubro, quando a taxa chegou aos 81,8%.

      Em comunicado, as autoridades indicaram que, “graças às medidas favoráveis para a passagem fronteiriça entre Macau e o interior da China, aliadas ao ‘marketing’ de precisão e ofertas especiais”, durante a Semana Dourada, Macau recebeu um total de 182 mil visitantes, entre os quais, cerca de 163 mil visitantes vieram do interior da China.

      O número médio de entradas diárias foi de 26 mil visitantes, correspondendo a um aumento de 32,8%, em relação à média diária de visitantes registada no mês de Setembro. No dia 1 de Outubro, o número de visitantes ultrapassou os 37 mil, registando o segundo dia com mais visitantes diários até à data este ano.

      “Os resultados do número de visitantes nos feriados pelo Dia Nacional da China foram acima das expectativas, reflectindo a recuperação gradual da confiança dos visitantes em viajar para Macau”, lê-se no comunicado da DST, indicando também que, durante os feriados, se verificou um grande fluxo de visitantes nos principais pontos e estabelecimentos turísticos, “transmitindo uma mensagem positiva à indústria do turismo e sectores conexos, e contribuindo para a recuperação do turismo e da economia de Macau”.

      Recentemente o Governo anunciou a retoma da emissão dos vistos electrónicos para o interior da China, bem como o regresso das excursões provenientes de Guangdong, Zhejiang, Jiangsu, Fujian e Xangai. “Macau vai ser o primeiro destino turístico no exterior para as excursões do interior da China desde o surgimento da epidemia causada pelo novo tipo de coronavírus, prevendo-se que o número de visitantes irá aumentar ainda mais”, antevê a DST, sublinhando que continua a negociar com as associações da indústria turística de Macau o plano de trabalho, incluindo promoção, plano de execução, entre outros preparativos, bem como a abordar com os serviços governamentais relacionados os vários trabalhos a assegurar.

      “A DST espera que os operadores turísticos forneçam serviços de alta qualidade aos visitantes do interior da China que visitem Macau em excursões, de modo a criar uma imagem de marca de turismo seguro para o turismo de excursões”, referiu a DST.

      Além disso, a DST tem planeadas promoções por vários canais e formatos no interior da China, bem como produtos turísticos. Ao mesmo tempo, a DST planeia organizar actividades promocionais presenciais no quarto trimestre do ano. Mediante a situação epidemiológica no interior da China, a DST irá realizar seminários promocionais e actividades de consumo na Grande Baía e nas cidades do interior da China que têm voos directos para Macau, para atrair mais visitantes do interior da China a visitar e consumir em Macau, impulsionando a recuperação do sector do turismo.

      Em simultâneo, a DST prossegue com a cooperação com plataformas de comércio electrónico, para o lançamento de uma série de ofertas turísticas, hoteleiras e de bilhetes de avião com desconto.

      “No quarto trimestre, nos mercados prioritários de curta distância e de longo curso, serão organizadas visitas de familiarização online para os media e os operadores turísticos, a fim de actualizar informações sobre os produtos turísticos de Macau, e continuar-se-á a aproveitar as redes sociais mais reconhecidas para promover as características turísticas de Macau, mantendo a visibilidade de Macau e em preparação para a futura recuperação do mercado internacional de turismo”, conclui a DST.