Edição do dia

Sábado, 20 de Abril, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
27.9 ° C
28.9 °
27.9 °
83 %
4.6kmh
40 %
Sáb
28 °
Dom
27 °
Seg
24 °
Ter
24 °
Qua
25 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioSociedadeAlexandre Leitão apontado como novo cônsul-geral de Portugal em Macau e Hong...

      Alexandre Leitão apontado como novo cônsul-geral de Portugal em Macau e Hong Kong

      Alexandre Leitão deverá ser o novo cônsul-geral de Portugal em Macau e Hong Kong, substituindo assim Paulo Cunha Alves. A informação foi avançada ontem pela TDM-Rádio Macau. Alexandre Leitão é enviado especial do Ministério dos Negócios Estrangeiros para os Assuntos Climáticos, tendo passado por Angola, Senegal e Timor-Leste, por exemplo.

       

      Alexandre Leitão deverá suceder a Paulo Cunha Alves no cargo de cônsul-geral de Portugal em Macau e Hong Kong, noticiou ontem a TDM-Rádio Macau. O PONTO FINAL tentou confirmar a informação junto do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal, mas, até ao fecho da edição, não obteve resposta.

      O próximo cônsul-geral em Macau nasceu em Coimbra, em 1965, tendo-se licenciado na Universidade de Coimbra em Geografia. Alexandre Leitão foi professor de Geografia em Coimbra, Trancoso e Ribeira de Pena. Mais tarde foi vereador da área do ambiente e do turismo da Câmara Municipal de Coimbra, administrador-delegado dos Serviços Municipalizados de Águas e Saneamento de Coimbra, vogal do conselho de administração da ERSUC SA e dos Serviços Municipalizados Urbanos de Coimbra e vogal da Comissão Regional de Turismo do Centro.

      É diplomado em Administração Autárquica pelo CEFA (Centro de Estudos e Formação Autárquica), mestre em Ciência Política e Relações Internacionais pela Universidade Católica Portuguesa e tem o diploma de estudos avançados, correspondente à conclusão da parte lectiva do programa de doutoramento em Políticas Públicas, pela Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL.

      Em 1999, Alexandre Leitão iniciou a sua carreira diplomática em Timor-Leste. Em 2001 foi assessor da Secretaria de Estado para as Comunidades Portuguesas. Entre 2002 e 2005, foi colocado na embaixada de Portugal no Senegal e, de 2008 a 2012, foi cônsul-geral de Portugal em Angola.

      O diplomata esteve em Bruxelas, onde foi Chefe dos Assuntos do Parlamento Europeu na Representação de Portugal junto da União Europeia, de Setembro de 2005 a Setembro de 2008, e foi embaixador da União Europeia em Timor-Leste, de Setembro de 2016 a Agosto de 2019.

      Alexandre Leitão foi também conselheiro diplomático do primeiro-ministro português, António Costa – entre Dezembro de 2015 e Agosto de 2016 – assessor do secretário de Estado da Administração Pública e da Modernização Administrativa – de Fevereiro de 1998 a Agosto de 1999 – e assessor do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas – de Janeiro de 2001 a Fevereiro de 2002.

      Nos últimos três anos foi vice-presidente da comissão organizadora da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, que decorreu em Lisboa, sendo actualmente enviado especial do Ministério dos Negócios Estrangeiros para os Assuntos Climáticos.