Edição do dia

Quarta-feira, 7 de Dezembro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu limpo
17.9 ° C
21.6 °
17.9 °
72 %
7.2kmh
0 %
Qua
19 °
Qui
22 °
Sex
22 °
Sáb
22 °
Dom
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Partido Comunista da China "uniu o povo chinês", afirma comissário do MNE...

      Partido Comunista da China “uniu o povo chinês”, afirma comissário do MNE em Macau

      Liu Xianfa, comissário do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) da China em Macau, esteve presente no Seminário Temático sobre a Modernização Socialista da China e o Desenvolvimento das Relações entre a China e os Países de Língua Portuguesa, que decorreu na Universidade Cidade de Macau. Na ocasião, o responsável afirmou que “o Partido Comunista da China (PCC) uniu o povo chinês, levando-o a alcançar a independência nacional e a libertação popular, e eventualmente seguindo o rumo certo à prosperidade e ao fortalecimento”. Isto contribuiu, afirmou o comissário em Macau, para “dois milagres sem precedentes no mundo”: “o rápido desenvolvimento económico e a estabilidade social duradoura”.

      A modernização do país “contribui para a prosperidade comum de todo o povo, uma modernização que promove o desenvolvimento coordenado das civilizações material e espiritual, uma modernização em que o ser humano e a Natureza coexistem harmoniosamente, uma modernização que persiste no caminho do desenvolvimento pacífico e, por fim, uma modernização baseada no benefício recíproco e na relação ganha-ganha”, considera Liu Xianfa.

      O comissário sublinhou ainda que, “como ponte entre a China e os países de língua portuguesa, Macau está a aproveitar as oportunidades trazidas pela cooperação entre Guangdong, Hong Kong e Macau e pela construção da iniciativa ‘Uma Faixa, Uma Rota’, da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin, de modo a impulsionar o desenvolvimento da diversificação adequada da economia a melhor integração de Macau no desenvolvimento nacional”. Assim, “o papel de Macau como plataforma entre a China e os países de língua portuguesa será expandido e aperfeiçoado, com o intuito de promover a aprendizagem mútua, o benefício recíproco e a relação ganha-ganha entre a China e os países de língua portuguesa nos respectivos processos da modernização nacional”, sublinhou Liu Xianfa na ocasião.