Edição do dia

Quarta-feira, 7 de Dezembro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
15.9 ° C
17.1 °
15.9 °
77 %
8.2kmh
20 %
Qua
20 °
Qui
21 °
Sex
22 °
Sáb
22 °
Dom
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Macau "seguirá rigorosamente as instruções do Governo Central" na atribuição das licenças...

      Macau “seguirá rigorosamente as instruções do Governo Central” na atribuição das licenças de jogo

      O Chefe do Executivo garantiu que o Governo de Macau vai seguir “rigorosamente” as instruções de Pequim na atribuição das concessões para a exploração dos casinos. Num encontro com Zhao Haishan, vice-governador da província de Hubei, Ho Iat Seng salientou que o objectivo é “assegurar o desenvolvimento saudável e ordenado dos sectores de turismo e de entretenimento”.

       

      O Governo de Macau “seguirá rigorosamente as instruções do Governo Central” na atribuição das concessões para a exploração de jogo nos casinos da região, assegurou Ho Iat Seng, numa reunião com Zhao Haishan, vice-governador da província de Hubei, que aconteceu na terça-feira.

      Segundo uma nota do Governo, o Chefe do Executivo frisou, ao responsável de Hubei, que Macau “está empenhado em promover a diversificação adequada da economia”, bem como “os trabalhos relativos ao concurso público para a atribuição das concessões para a exploração de jogos de fortuna ou azar em casino, frisando que seguirá rigorosamente as instruções do Governo Central, no sentido de assegurar o desenvolvimento saudável e ordenado dos sectores de turismo e de entretenimento, com mais elementos não jogo e da indústria de convenções e exposições”. O objectivo é, lê-se no comunicado, “potenciar o posicionamento de Macau como Centro Mundial de Turismo e Lazer na Grande Baía de Guangdong, Hong Kong e Macau”.

      No encontro, o Chefe do Executivo começou por sublinhar as “relações estreitas” entre Macau e Hubei e agradecer “o apoio e assistência do comité e do governo provincial de Hubei” no âmbito da pandemia. Ho Iat Seng reiterou que o Governo de Macau vai continuar a adoptar, com “firmeza”, a política da “meta dinâmica de infecção zero”.

      Ho Iat Seng também falou sobre Hengqin, assinalando que “Macau e Guangdong têm-se empenhado em implementar uma série de medidas, incluindo a aplicação de benefícios fiscais de uma taxa de 15% relativa ao imposto sobre o rendimento das empresas e ao imposto sobre o rendimento de pessoas singulares, com o intuito de atrair mais quadros qualificados para desenvolver as quatro indústrias principais na Zona de Cooperação Aprofundada”.

      Por outro lado, Ho Iat Seng disse esperar que Macau aproveite as suas vantagens e desempenhe o papel de plataforma sino-portuguesa no desenvolvimento da indústria ‘big health’. O líder do Governo da RAEM sugeriu um reforço da cooperação com Hubei no futuro, uma vez que a província é “um importante polo na região central do País, e com grande espaço de desenvolvimento”.

      Zhao Haishan também elogiou o intercâmbio que Hubei e Macau têm tido e assinalou que, nos últimos anos, a província se tem empenhado no desenvolvimento de projectos de infra-estruturas e impulsionar o desenvolvimento dos sectores de finanças, ciência e tecnologia e educação, mantendo um bom mecanismo de cooperação com Macau, “reforçando o intercâmbio bilateral, e indicou que muitas empresas desta província investem em Macau, contribuindo assim para a diversificação adequada da economia de Macau”.