Edição do dia

Quarta-feira, 7 de Dezembro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu limpo
17.9 ° C
21.6 °
17.9 °
72 %
7.2kmh
0 %
Qua
19 °
Qui
22 °
Sex
22 °
Sáb
22 °
Dom
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Sociedade Cerimónia da Academia do Cidadão Sénior contou com 110 formandos graduados

      Cerimónia da Academia do Cidadão Sénior contou com 110 formandos graduados

      A cerimónia de graduação da Academia do Cidadão Sénior do ano lectivo 2021/2022 da Universidade Politécnica de Macau (ACS-UPM) decorreu com sucesso, no início de Setembro, contando com 110 formandos graduados, anunciou ontem a instituição de ensino superior em nota de imprensa.

      Durante o evento, realizado pela UPM em formato online, foram atribuídos certificados de serviço prestado por estudantes e os prémios para os melhores professores. “Os graduados, familiares e amigos assistiram à cerimónia e desejaram as suas felicitações por via online, partilhando a sua alegria”, escreveu a UPM.

      Ao discursar durante a cerimónia, o reitor da UPM, Im Sio Kei, mencionou que, no ano lectivo de 2021/2022, “matricularam-se 770 alunos nos cursos de quatro anos e 106 formandos nos cinco cursos de curta duração, no total tendo sido disponibilizadas 876 vagas”. “O ensino para estudantes seniores é um meio e um processo para a participação social por parte dos idosos, daqui resultando um apoio técnico e uma garantia de conhecimentos aos idosos na sua participação social”, acrescentou o responsável.

      Através da Academia do Cidadão Sénior, disse ainda Im Sio Kei, a UPM “ajuda os idosos a manter uma aprendizagem contínua, estimulando e promovendo assim a atmosfera activa de aprendizagem ao longo da vida”. “A UPM continuará a articular-se com a implementação das diversas medidas no âmbito do plano de acção para o desenvolvimento dos serviços de apoio a idosos para os próximos 10 anos do Governo da RAEM, através dos cursos ministrados na Academia do Cidadão Sénior da UPM, para que a vida dos idosos se torne mais activa e diversificada”.

      Chan Kok Chun, um dos graduados, referiu que a Academia do Cidadão Sénior da UPM “é como um tesouro de conhecimentos que é dado a explorar pelos idosos”. Reconhecendo também a qualidade do ensino dos docentes, o estudante sénior afirmou que conseguiu aumentar os seus conhecimentos. “Tendo em conta o número crescente da população idosa em Macau, a aprendizagem ao longo da vida, incluindo nas idades mais avançadas, pode ajudar os idosos a aperfeiçoarem-se, tanto nas condições físicas como no seu estado mental e psicológico, portanto, conclui-se que o ensino para idosos merece todo o apoio e promoção”, sublinhou.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau