Edição do dia

Quarta-feira, 7 de Dezembro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu limpo
17.9 ° C
21.6 °
17.9 °
72 %
7.2kmh
0 %
Qua
19 °
Qui
22 °
Sex
22 °
Sáb
22 °
Dom
21 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Economia Expo Internacional de Turismo atraiu cerca de 30 mil visitantes

      Expo Internacional de Turismo atraiu cerca de 30 mil visitantes

      A Direcção dos Serviços de Turismo anunciou que o evento terminou “com sucesso”, tendo as transmissões ao vivo “em nuvem” atingido os 3,06 milhões de visionamentos. Ao mesmo tempo, realizaram-se 52 sessões de seminários de promoção, fóruns e outras actividades para uma promoção eficaz. Uma das conclusões que o Governo tirou é que é preciso “reforçar o charme de Macau como cidade de gastronomia”.

       

      Cerca de 30 mil visitantes estiveram na 10.ª edição da Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau (MITE), que decorreu durante três dias consecutivos, nos Halls A e B da Cotai Expo, no Venetian Macao, e encerrou no domingo. O balanço feito pela Direcção dos Serviços de Turismo (DST) foi de “sucesso”. Durante o certame foi concretizada a assinatura de 29 acordos, realizadas 4.564 sessões de bolsas de contacto e conversações, e os visionamentos acumulados das transmissões ao vivo em nuvem atingiram os 3,06 milhões, revelou ontem a DST em nota de imprensa.

      A edição deste ano da MITE contou com uma área total de exposição de 23 mil metros quadrados e 830 stands. Os expositores e compradores participaram no evento de forma online e presencial, entre os quais 454 expositores, dos quais 199 de Macau e 229 do interior da China participaram de forma presencial, e 26 online (23 internacionais e três do interior da China); a par com 306 compradores, incluindo 225 presenciais e 81 online.

      Apesar das dificuldades criadas pelas restrições pandémicas, a MITE “continuou a optimizar e a inovar o certame, tendo o número de visitantes este ano superado o dos dois anos anteriores”. Aos 10 anos, a MITE realizou-se novamente num formato híbrido online e presencial, apresentou sete destaques destinados a aprofundar a integração intersectorial “turismo +”, e a apoiar a indústria turística e sectores relacionados a promover o intercâmbio e a cooperação, para explorar em conjunto oportunidades de negócio.

       

      O PODER DA NUVEM

       

      Um total de 33 instituições, empresas turísticas e influenciadores digitais de Macau, do interior da China e do exterior realizaram 24 “promoções em nuvem”, atraindo um total de mais 900 visitantes para visionamento no local do evento. Os temas das transmissões em directo incidiram sobre as razões para viajar para os locais ou as dez atracções turísticas dos destinos, atraindo com sucesso espectadores no local e online, sendo que a página electrónica oficial da Expo de Turismo também transmitiu em directo as promoções em nuvem.

      As transmissões ao vivo em nuvem contaram com 12 comerciantes e plataformas sociais para ajudar os expositores a promover os seus produtos e a realizar transmissões ao vivo de venda de produtos, referiu ainda a DST. “Oito influenciadores digitais do interior da China e 13 de Macau realizaram um total de 69 horas de apresentações em directo durante os três dias da Expo de Turismo, que contaram com a participação de 40 empresas expositoras com presença física na expo, e exibiram perto de uma centena de produtos com agentes de Macau e produtos fabricados em Macau”, acrescentou a entidade pública.

      Em relação ao número de bolsas de contacto em nuvem, este número quase duplicou em comparação com as edições anteriores, “permitindo aos expositores e compradores terem mais tempo para a realização de bolsas de contacto e interacção após a exposição, com vista a promover mais negociações e assinatura de protocolos”. De igual modo, refere a DST, “foi prestado apoio com sucesso a 111 expositores para contactos e negociações com 306 compradores, e para a realização de 530 sessões de bolsas de contacto; enquanto na exposição física tiveram lugar mais de 4.500 sessões de bolsas de contacto e conversações, durante os três dias do certame”.

      Durante a MITE foi alcançada a assinatura de um total de 29 acordos online e offline, envolvendo 49 empresas. A cerimónia de “Assinatura de acordos em nuvem” foi testemunhada pela directora da DST, Maria Helena de Senna Fernandes, entre outras personalidades ligadas à indústria

       

      QUE NÃO FALTE PROMOÇÃO

       

      Durante os três dias do evento, foram ainda realizados 52 seminários de promoção, fóruns e outras actividades turísticas, incluindo vários seminários de promoção e actividades turísticas locais e de províncias e cidades do interior da China, o Fórum de Alto Nível sobre o Desenvolvimento do Turismo da Grande Baía 2022: Desenvolvendo a Zona de Cooperação Aprofundada e um Centro Mundial de Turismo e Lazer, o 2.º Fórum de Macau como Destino de Casamento, entre outros, para que os participantes pudessem obter mais informações sobre a indústria e os recursos turísticos de várias partes do mundo.

      Para assinalar o décimo aniversário da Expo de Turismo, os “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau” lançaram, durante os três dias do certame, roteiros temáticos de “Passeio de 10 patacas pelas zonas comunitárias”, para incentivar os residentes a experienciar as características da comunidade, que contaram com inscrição de 620 pessoas.

      Além disso, organizou-se uma visita de 118 compradores convidados aos bairros comunitários de Macau e de Coloane, para tirar fotografias no Centro Histórico de Macau e nos pontos turísticos de Coloane, com vista a promover os ricos recursos turísticos de Macau e, ao mesmo tempo, dinamizar a economia comunitária e desenvolver as vantagens de “turismo + convenções e exposições”.

      Outro dos destaques da MITE deste ano foram as demonstrações culinárias de Cidades Criativas da Gastronomia, que contaram com 17 chefes de renome das quatro Cidades Criativas de Gastronomia do interior da China – Chengdu, Shunde, Yangzhou, Huai’an –, a par com Macau. A Cozinha da Cidade de Gastronomia apresentou 24 demonstrações culinárias online e presencial. O Pavilhão de Gastronomia juntou 18 restaurantes locais com o objectivo de promover o encanto de Macau como Cidade Criativa da UNESCO em Gastronomia.

      A promoção da cooperação turística entre Hengqin e Macau, o apoio à promoção do turismo de casamentos e ainda a eleição dos dez melhores pavilhões marcaram ainda os três dias do certame. Os pavilhões premiados foram o do Museu do Palácio, do Ministério da Cultura e Turismo da República Popular da China, dos Serviços de Cultura, Rádio, Televisão, Turismo e Desporto de Zhuhai, do Grupo de Multinacional Turismo Limitada, do Departamento de Turismo, Cultura, Rádio, Televisão e Desporto da Província de Hainão, da Wynn, do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau, da Direcção dos Serviços de Economia e Desenvolvimento Tecnológico, da Agência de Viagens e Turismo Internacional (China-Macau) e do Departamento de Cultura e Turismo da Província de Shaanxi. O pavilhão da DST na feira também se encontra na lista dos premiados, mas, como entidade organizadora, a DST cedeu o lugar para mais uma entidade participante ser galardoada com o prémio e receber esse incentivo, esclareceu a organização.