Edição do dia

Quarta-feira, 5 de Outubro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
30.9 ° C
32.9 °
30.9 °
74 %
4.1kmh
20 %
Qua
31 °
Qui
29 °
Sex
29 °
Sáb
29 °
Dom
29 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Economia Volume de negócio na restauração desceu mais de 70% num ano

      Volume de negócio na restauração desceu mais de 70% num ano

      Em Julho, o volume de negócios dos proprietários da restauração desceu 71,4%, face a Julho de 2021, devido ao contínuo impacto gerado pela pandemia de Covid-19. Destaca-se que os volumes de negócios dos restaurantes chineses e dos restaurantes japoneses e coreanos diminuíram 85,6% e 83,1%, respectivamente, anunciou a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC) em nota de imprensa.

      Quanto ao comércio a retalho, observou-se que no mês em análise o volume de negócios dos retalhistas entrevistados baixou 82%, em termos anuais. Contudo, o volume de negócios dos supermercados (+28,7%) aumentou, refere ainda o mesmo comunicado.

      Numa análise mensal, em Julho, o volume de negócios dos proprietários da restauração desceu 52,5%, face a Junho. Salienta-se que os volumes de negócios dos restaurantes chineses e dos restaurantes japoneses e coreanos baixaram 73% e 71,7%, respectivamente. Relativamente ao comércio a retalho, observou-se que no mês de Julho o volume de negócios dos retalhistas entrevistados diminuiu 66,4%, em termos mensais. Realça-se que os volumes de negócios dos artigos de couro (-93,2%), dos relógios e joalharia (-90,2%), dos produtos cosméticos e de higiene (-83,1%), assim como das mercadorias de armazéns e quinquilharias (-82,4%) registaram os maiores decréscimos. Todavia, o volume de negócios dos supermercados (+8,2%) aumentou.

      Em relação ao índice de perspectivas de negócios, que reflecte a previsão dos proprietários e retalhistas sobre a tendência da variação mensal do volume de negócios, verificou-se que o do ramo de actividade económica da restauração (83,3) e o do ramo do comércio a retalho (85,8) foram ambos superiores a 50, isto é, tanto os proprietários da restauração como os retalhistas entrevistados anteviram que o desempenho dos negócios para Agosto de 2022 seria melhor do que o do mês em análise.

      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau