Edição do dia

Quarta-feira, 22 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nevoeiro
24 ° C
24.9 °
23.9 °
100 %
2.6kmh
40 %
Qua
26 °
Qui
26 °
Sex
27 °
Sáb
28 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaMAM apresenta artista contemporâneo Zhao Zhao

      MAM apresenta artista contemporâneo Zhao Zhao

      O Museu de Arte de Macau (MAM) inaugurou, recentemente, a mostra “Zhao Zhao: Um Longo Dia”, anunciou o Instituto Cultural (IC) em nota de imprensa. Reservada para o primeiro andar do museu, a exposição, com curadoria de Cui Cancan, apresenta uma selecção representativa de 82 peças/conjuntos de obras de Zhao Zhao, artista da arte contemporânea da nova geração da China. As obras datam de 2006 até ao presente, incluindo pinturas, instalações, esculturas e estudos sobre cultura antiga. “O objectivo é apresentar as marcas da civilização deixadas pela cultura chinesa milenar no mundo de hoje, ilustrando a relação entre ‘passado e presente’ e entre ‘Oriente e Ocidente’”, pode ler-se na mesma nota de imprensa. O público, acrescenta o IC, “terá a oportunidade de perceber a profunda e abrangente bagagem cultural do artista, tanto na área da cultura antiga como na da cultura moderna, e as suas considerações pluralistas sobre a arte”.

      Entre as obras expostas, a organização destaca um novo conjunto de trabalhos criados por Zhao Zhao para esta exposição, “Um Longo Dia: AM”. Em resposta ao tema da exposição, o artista produziu 12 peças em algodão com variações de luz e sombra, correspondentes ao movimento e à passagem das 12 horas de um dia, das 00h às 12h, bem como à passagem do espaço-tempo e da história, reflectidos em toda a exposição. Zhao Zhao nasceu em Xinjiang, território autónomo no noroeste da China, em 1982. Graduou-se com um BFA do Instituto de Artes de Xinjiang no departamento de Pintura a Óleo em 2003. O corpo de trabalho multidisciplinar de Zhao Zhao é uma inspecção do perfil contemporâneo da China, e a consequências políticas da acção humana individual. O artista tem vindo a trabalhar em vários meios, incluindo, mas não limitado a vídeo, fotografia, performance e instalações incorporando objectos encontrados. A recusa das limitações materiais demonstra a sua intensificação reflexiva de um diálogo com e dentro de cada técnica.

      A mostra estará patente até ao dia 30 de Outubro, período durante o qual estarão disponíveis serviços de visitas guiadas públicas nas tardes dos sábados, domingos e feriados públicos. O MAM está aberto diariamente, incluindo aos dias feriados, das 10h às 19h (última admissão às 18h30), e encerra à segunda-feira. A entrada é livre.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau