Edição do dia

Sábado, 18 de Maio, 2024
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
nuvens dispersas
26.9 ° C
28.9 °
26.9 °
78 %
3.1kmh
40 %
Sáb
27 °
Dom
25 °
Seg
24 °
Ter
24 °
Qua
24 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      InícioCulturaMAM lança o concurso de propostas a 18.ª edição da Bienal de...

      MAM lança o concurso de propostas a 18.ª edição da Bienal de Veneza

      O Museu de Arte de Macau (MAM) e a Associação dos Arquitectos de Macau lançaram ontem o concurso de propostas de exposição para a 18.ª edição da Bienal de Arquitectura de Veneza, anunciou o Instituto Cultural (IC) em nota de imprensa. Até 20 de Setembro, todas as pessoas com idade igual ou superior a 18 anos que cumpram os requisitos são convidadas a enviar propostas inspiradoras e inovadoras. A peça vencedora será exibida em Veneza, na Itália, em Maio de 2023, “com o objectivo de iniciar um diálogo na cena internacional, juntamente com outras obras proeminentes de todo o mundo”. As regras do jogo são claras. A equipa participante deve compreender pelo menos dois membros, um dos quais deve ser o curador e pelo menos um com um bacharelato em arquitectura ou superior, planeamento urbano ou uma disciplina relevante. Todos os outros membros da equipa, excepto o curador, devem ser residentes permanentes de Macau. O painel do júri será composto por representantes do IC e especialistas de diferentes regiões, que avaliarão as propostas participantes e seleccionarão um vencedor para os Prémios de Ouro, de Prata e de Bronze, respectivamente, e dois vencedores para o Prémio de Louvor, sendo os resultados anunciados no início de Outubro. O vencedor do Prémio de Ouro participará na Bienal de Arquitectura de Veneza e receberá um prémio em dinheiro no valor de 20 mil patacas, bem como um certificado. Desde a sua estreia em 1980, a Bienal de Arquitectura de Veneza tornou-se o maior e mais influente evento no panorama da arquitectura mundial, proporcionando a vários países em todo o mundo uma importante plataforma de comunicação para o intercâmbio arquitectónico e cultural. Este ano, subordinada ao tema “O Laboratório do Futuro”, estabelecido pelo curador Lesley Lokko, a 18.ª edição é considerada um laboratório, inspirando os visitantes a conceber o futuro através de casos de prática arquitectónica moderna.

      Ponto Final
      Ponto Finalhttps://pontofinal-macau.com
      Redacção do Ponto Final Macau