Edição do dia

Quarta-feira, 5 de Outubro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
29.9 ° C
31.9 °
29.9 °
79 %
6.7kmh
20 %
Qua
30 °
Qui
29 °
Sex
29 °
Sáb
28 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Economia David Chow retira-se do conselho de administração da Macau Legend

      David Chow retira-se do conselho de administração da Macau Legend

      A Macau Legend anunciou ontem que David Chow se retirou do conselho de administração do grupo que fundou em 2006. O empresário e antigo deputado desempenhava as funções de co-presidente e director não-executivo da Macau Legend. A empresa garante que não houve qualquer divergência entre as partes.

       

      David Chow retirou-se do conselho de administração da Macau Legend, anunciou ontem o grupo num comunicado enviado às redacções. Actualmente, Chow desempenhava as funções de co-presidente e director não-executivo da empresa que fundou em 2006. Na nota, a empresa explica que David Chow pretende agora dedicar-se a projectos pessoais e, por isso, não quis continuar na administração da empresa.

      Após sair do conselho de administração da Macau Legend, David Chow deixa também de ser membro da comissão de remuneração e da comissão de nomeação do conselho de administração. Segundo o comunicado da Macau Legend, David Chow “confirmou que não tem qualquer desacordo com o conselho de administração nem com a empresa, e não há assuntos que tenham de ser levados ao conhecimento dos accionistas da empresa em relação à sua saída”.

      No comunicado, assinado por Li Chu Kwan, presidente e director executivo, lê-se: “Aproveitando esta oportunidade, o conselho de administração gostaria de expressar o seu apreço e gratidão ao Sr. Chow pela sua valiosa contribuição e serviços à empresa durante o seu mandato”.

      A mesma nota dá também a conhecer os resultados das votações na última assembleia-geral da Macau Legend, que reelegeram Melinda Chan como directora executiva da empresa. A mulher de David Chow foi reeleita com 99,4% dos votos dos accionistas da empresa. Li Chun Tak foi reeleito com 100% dos votos como director não-executivo. Já Wang Hongxin e Patrick Mak Ka Wing foram reeleitos como directores não-executivos independentes.

      Assim, a direcção executiva da Macau Legend é composta por Li Chu Kwan, Melinda Chan e Tsang Ka Hung. Os directores não-executivos são Laurinda Ho Chiulin e Li Chun Tak. Já os directores não-executivos independentes são Wang Hongxin, Ricky Lau Ngai Kee e Patrick Mak Ka Wing.

      Recorde-se que a Macau Legend Development encerrou as contas de 2021 com prejuízos líquidos de 1,9 mil milhões de dólares de Hong Kong, o que corresponde a uma redução anual de 39%. As acções estavam suspensas entre Abril e Junho, pelo facto da Macau Legend ter violado as normas da Bolsa de Hong Kong, ao não apresentar os resultados financeiros de 2021 até ao final de Março.

      O grupo gere três casinos-satélite em Macau – Landmark, Babylon e Legend Palace – através da licença da SJM Holdings. Há uma semana, recorde-se, a Macau Legend anunciou que vai deixar todas as actividades relacionadas com jogo para a SJM gerir directamente. “A SJM vai tomar conta do funcionamento do Legend Palace Casino e do Babylon Casino até 31 de Dezembro deste ano”, indicou Melinda Chan. Os elementos não-jogo, porém, manter-se-ão inalterados.

       

      PONTO FINAL