Edição do dia

Quarta-feira, 5 de Outubro, 2022
Cidade do Santo Nome de Deus de Macau
céu pouco nublado
29.9 ° C
31.9 °
29.9 °
79 %
6.7kmh
20 %
Qua
30 °
Qui
29 °
Sex
29 °
Sáb
28 °
Dom
28 °

Suplementos

PUB
PUB
Mais
    More
      Início Política Perito do interior da China vai presidir comissão para o desenvolvimento do...

      Perito do interior da China vai presidir comissão para o desenvolvimento do Hospital das Ilhas

      O Governo criou ontem a comissão para o desenvolvimento estratégico do novo Hospital das Ilhas, que deverá ser inaugurado no próximo ano. No despacho publicado em Boletim Oficial, lê-se que o organismo vai ser presidido por um membro do interior da China, sob recomendação da Comissão Nacional de Saúde. Num outro despacho, o Executivo também criou o gabinete preparatório do novo hospital.

       

      Está criada a Comissão para o Desenvolvimento Estratégico do Centro Médico de Macau do Peking Union Medical College Hospital/Hospital de Macau, bem como o Gabinete Preparatório. Os dois organismos do novo Hospital das Ilhas foram anunciados ontem, num despacho publicado em Boletim Oficial, assinado pelo Chefe do Executivo.

      Quanto à Comissão para o Desenvolvimento Estratégico do novo hospital, o Executivo diz que estará sob a alçada da secretária para os Assuntos Sociais e Cultura e terá como objectivo apoiar o Governo da RAEM “na promoção eficaz dos trabalhos preparatórios” do futuro hospital.

      O despacho explica que este órgão será constituído por oito membros, entre os quais quatro do interior da China, sob recomendação da Comissão Nacional de Saúde, “nomeadamente peritos ou profissionais da área de gestão hospitalar”. Um destes peritos recomendados pelas autoridades de saúde do interior da China irá presidir esta comissão.

      Por outro lado, também farão parte da comissão um representante do Gabinete da Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura; um representante dos Serviços de Saúde; um representante da Direcção dos Serviços de Finanças; e um profissional com experiência na gestão hospitalar na RAEM.

      Os membros da comissão serão nomeados por despacho do Chefe do Executivo a publicar posteriormente em Boletim Oficial. A duração do seu mandato também será depois publicada pelo Governo.

      Segundo o despacho de ontem, esta comissão dispõe de uma Unidade de Ligação, “destinada a apoiar a comunicação externa, a cooperação e o intercâmbio, designadamente o contacto e a articulação técnica com entidades ou instituições públicas do interior da China”. Esta Unidade de Ligação dispõe de um coordenador, sendo o coordenador e outros membros da Unidade de Ligação nomeados pela secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, sob proposta do presidente da comissão.

      Num outro despacho publicado ontem em Boletim Oficial, o Governo também anunciou a criação do Gabinete Preparatório do Centro Médico de Macau do Peking Union Medical College Hospital/Hospital de Macau, que tem por objectivo coordenar os trabalhos preparatórios do novo hospital.

      Entre as competências do gabinete estão: Apoiar na elaboração da estrutura organizacional do Novo Hospital; Apoiar na elaboração do mecanismo de gestão e de funcionamento; Apoiar na elaboração do regime de pessoal, do planeamento de recursos humanos e do programa de formação do pessoal do Novo Hospital; Apoiar na elaboração do plano de utilização faseado do Novo Hospital; Organizar formação para o pessoal necessário; Acompanhar os trabalhos no âmbito das obras, das aquisições de equipamento, serviços e medicamentos; Promover os trabalhos legislativos específicos necessários ao funcionamento do Novo Hospital; E exercer as demais competências que lhe sejam cometidas por lei.

      Este gabinete é orientado por um coordenador, coadjuvado por um coordenador-adjunto, nomeados por despacho da secretária para os Assuntos Sociais e Cultura. Segundo o despacho, “o gabinete é integrado pelos trabalhadores que se revelem necessários ao seu funcionamento, os quais podem ser destacados ou requisitados aos serviços a que estejam vinculados”.

      O gabinete submete anualmente à secretária para os Assuntos Sociais e Cultura uma proposta de orçamento adequada à prossecução das suas actividades, para que a mesma possa ser considerada no Orçamento da RAEM.

      Em Outubro do ano passado, recorde-se, o grupo de trabalho para a instalação do futuro Complexo de Cuidados de Saúde das Ilhas, situado no Cotai, anunciou que o Peking Union Medical College Hospital vai gerir o novo hospital, de forma não lucrativa, juntamente com os Serviços de Saúde, que terão de suportar com as despesas do pessoal. O Peking Union Medical College Hospital foi, também ele, recomendado pela Comissão Nacional de Saúde para se juntar às autoridades locais na gestão do novo Hospital das Ilhas, que deverá ser inaugurado, por fases, em 2023.

       

      PONTO FINAL